Inovação e Tecnologia

Aeronáutica: Portugueses vencem concurso europeu

Uma equipa portuguesa do Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel (CEIIA) conquistou o primeiro prémio do Concurso Anual de Jovens Investigadores de Aeronáutica promovido por uma das mais importantes associações europeias.
Versão para impressão
Uma equipa portuguesa do Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel (CEIIA) conquistou o primeiro prémio do Concurso Anual de Jovens Investigadores de Aeronáutica promovido pela EREA (Associação Europeia de Centros de Investigação Aeronáutica), uma entidade sem fins lucrativos que reúne os centros de pesquisa mais importantes da Europa no domínio da aeronáutica e do transporte aéreo. 
 
Ana Vieira, Gonçalo Pereira e Pedro Talaia, todos investigadores do CEIIA, localizado na Maia, venceram, no início do mês, a competição, que se realizou em Bruxelas, na Bélgica, com uma ideia inovadora para a redução do ruído interno e externo em aviões a partir de três projetos de investigação e desenvolvimento (I&D): materiais compósitos de nova geração, vibroacústica e aeroacústica.
 
Os projetos têm sido trabalhados no âmbito do Programa A+, a decorrer no CEIIA e dinamizado pelo seu grupo de engenheiros para desenvolver conhecimento nas áreas da aeronáutica e mobilidade com o apoio de docentes das principais universidades portuguesas, centros internacionais e parceiros industriais como a Embraer. 
 
O concurso da EREA contou com a participação de vários investigadores de centros pertencentes à associação, cujos projetos foram avaliados por um júri que, além de um elemento de cada membro da mesma, contou ainda com representantes da Comissão Europeia. 
 
Os portugueses ganharam, todos eles, um quadricóptero não tripulado e tiveram ainda a oportunidade de representar o CEIIA no Evento Anual da EREA, onde uma plateia de cerca de 100 personalidades da Comissão Europeia, Agência de Defesa Europeia, indústria, universidades e centros de investigação aeronáutica pode conhecer melhor o trabalho desenvolvido em território nacional.

CEIIA em “posição estratégica no panorama europeu”
 

Em comunicado enviado ao Boas Notícias, o CEIIA afirma que “este prémio representa um importante reconhecimento do trabalho do centro nos últimos dois anos em projetos de inovação industrialmente orientados para as necessidades do mercado aeronáutico”, colocando-o “numa posição estratégica no panorama europeu”.
 
O CEIIA entrou para a EREA em Dezembro de 2012, tendo, recentemente, visto os seus projetos de I&D sido aprovados no âmbito do novo quadro comunitário Horizonte 2020, em parceria com os principais construtores aeronáuticos e universidades europeias. 
 
Diretamente ou através das suas subsidiárias, o centro, que dispõe da mais avançada sala de realidade virtual da Península Ibérica, tem, atualmente, presença em Portugal, Reino Unido, Itália, França e Brasil. 
 
Em 2014 entrará em operação o seu novo centro de engenharia, ensaios e testes, em Matosinhos, onde se concentrarão até 350 colaboradores, dos quais 220 engenheiros, e onde decorrerá a fase de prototipagem e testes de módulos para a nova aeronave da Embraer, o KC 390.

Notícia sugerida por Maria Pandina

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close