Saúde

Açoriana lidera investigação pioneira sobre o cancro

NULL
Versão para impressão

Uma investigação pioneira para travar o alastramento do cancro da próstata aos ossos está a ser liderada pela açoriana Margarida Bernardo, investigadora no Instituto de Cancro Barbara Ann Karmanos, nos EUA. Este método em investigação permite prolongar a vida dos pacientes.

Margarida Bernardo, docente no Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Wayne State University, em Detroit, Michigan (EUA), lidera a equipa de investigação científica que está estudar em detalhe o papel do gene supressor de tumor na inibição das metástases do cancro da próstata nos ossos, avançou o portal de informação online açoriano Expresso das Nove.

O gene supressor de tumores, “maspin”, que foi descoberto em 1994, inibe a invasão das células do tumor e bloqueia a interação entre as células tumorais da próstata com os ossos, que é uma zona comum para o surgimento de metástases.

A investigação da açoriana revelou que o “maspin” não só torna as células cancerígenas dormentes, como permite que estas permaneçam sensíveis aos medicamentos quimioterapêuticos.

“Com o 'maspin' poderemos manter as células tumorais metastáticas num estado dormente”, referiu Shijie Sheng, colega de Margarida Bernardo e professor no Departamento de Patologia do Instituto Karmanos e da Faculdade de Medicina da Wayne State University.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close