Fitness & Bem-estar

Açores são um “paraíso no meio do Atlântico”

O jornal canadianoThe Globe and Mail publicou, no passado dia 7 de Abril, um artigo sobre o arquipélago dos Açores. A publicação considera estas ilhas portuguesas como sendo um paraíso no meio do Oceano Atlântico.
Versão para impressão
O jornal canadiano The Globe and Mail publicou, no passado dia 7 de Abril, um artigo sobre o arquipélago dos Açores. A publicação descreve estas ilhas portuguesas como sendo um “paraíso no meio do Oceano Atlântico”.

Jim Byers, autor do artigo, assume que conhecer os Açores foi uma surpresa. já que este território português oferece inspiração de vários lugares do mundo: Uma vegetação de tom verde que se assemellha à dos irlandeses, penhascos de rocha vulcânica que lembram o Havai e casas brancas de telhados vermelho-alaranjados que remetem para a Sicília.

O autor defende que a melhor maneira de viajar de uma ilha para outra é de avião. Mas, tendo em conta que cada ilha é única, torna-se possível e aconselhável explorá-la a pé. Caminhar nestas ilhas é uma aventura na qual facilmente nos deparamos com “montanhas que mergulham na água, azul profundo dos lagos, plantações de chá e um ambiente aconchegante repleto de pessoas gentis”, relata Jim.

O autor salienta a oportunidade que os visitantes têm de percorrer, em cada uma das ilhas, “percursos centenários utilizados pelos nativos da região para transportar mercadorias em burros, guiar os rebanhos pelo pasto”, entre outras atividades.

O artigo descreve o percurso que Jim realizou durantes a sua estadia nos Açores. A viagem começou na ilha comprida e estreita de São Jorge, com uma caminhada modesta, mas difícil devido às íngremes colinas. A caminhada é brindada com vegetação típica da zona, retalhada pelas rochas vulcânicas que a rodeiam.

O autor viajou ainda pela ilha Terceira mas é na ilha de S. Miguel que Jim se detêm mais detalhadamente. Segundo o autor, devido à atividade vulânica, a ilha está repleta de “torneiras que derramam água a escaldar”, como a Caldeira Velha, uma opção excelente “para fins terapêuticos”.

O clima é elogiado por ser “ameno durante todo o ano”, com um Inverno pouco rigoroso, o que promove o crescimento da vegetação típica açoriana onde abundam os abacaxis, palmeiras, hortênsias, camélias, azaléias rosa e outros elementos de flora exótica.

Jim Byers termina a descrição da sua viagem deixando alguns sítios possíveis para o albergue de futuros visitantes do arquipélago dos Açores, referindo que como é possível não ter descoberto mais cedo este destino. “Muito bem feito, Portugal!”, conclui Jim, felicitando os portugueses por manter o arquipélago tão bonito.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close