Ciência

Achado fóssil de mamífero com 100 millhões de anos

NULL
Versão para impressão
Cientistas argentinos da Universidade de Louisville, nos EUA, anunciaram a descoberta dos mais antigos fósseis de um mamífero da América do Sul. Trata-se de um animal pertencente à espécie Dryolestoidea, uma espécie extinta cujos membros se aproximam dos marsupiais dos nossos dias.

A descoberta, publicada na revista Nature, reveste-se de especial importância dado que a história da ramificação dos mamíferos continua a ter muitas lacunas. Assim, o achado proporciona mais informações acerca de um período pouco explorado na pré-história do continente – o período Cretáceo.

Guillermo Rougier, um dos paleontólogos da equipa, explicou que os investigadores puderam desde logo perceber esta importância devido “à idade das rochas” e ao facto de terem encontrado crânios. Até ao momento, tudo o que se sabia acerca desses mamíferos tinha sido conhecido por meio da análise de dentes ou fragmentos de ossos.

Com uma aparência semelhante à do famoso esquilo do filme de animação “Idade do Gelo”, a espécie viveu na época dos dinossauros, há cerca de 100 milhões de anos. A equipa afirma que o animal em questão – que recebeu o nome de Cronopio dentiacutus – mediria entre 10 e 15 centímetros de comprimento e alimentava-se de insetos.

O paleontólogo destacou, porém, o tamanho das presas do animal. Em declarações à BBC, Rougier confessou que a equipa não tem ideia do porquê de este precisar de caninos tão grandes. “Os molares são o tipo de dentes necessários para os insectívoros, mas os caninos foram uma enorme surpresa”, admitiu.

Além dos crânios, a equipa encontrou também algumas mandíbulas fossilizadas no mesmo local, uma área remota da Patagónia, parte da província de Rio Negro, na Argentina. A remoção dos fósseis das rochas, encontrados em 2006, levou vários anos e só agora os resultados foram dados a conhecer.

Até à extinção dos dinossauros, que ocorreu há cerca de 65 milhões de anos, o número de fósseis de mamíferos encontrados é apenas um décimo dos que foram desenterrados e dizem respeito a períodos mais recentes.

Clique aqui para aceder à notícia da descoberta na página da Universidade de Louisville.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta, Patrícia Guedes e Vítor Caixeiro]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close