Fitness & Bem-estar

Abc do Sexo: 15 dicas para melhorar a vida sexual

Uma vida sexual plena e saudável é fundamental para o nosso bem-estar. No arranque da minha rubrica sobre sexualidade no Boas Notícias, começo por deixar um conjunto de dicas para ajudar os leitores a obterem mais prazer.
Versão para impressão
Uma vida sexual plena e saudável é fundamental para o nosso bem-estar. No arranque da minha rubrica sobre sexualidade no Boas Notícias, vou partilhar 15 dicas, divididas em três artigos, para ajudar os leitores a desfrutarem ao máximo quando chega a hora de partilhar a intimidade com o outro. Nas próximas semanas chegam mais 10 conselhos. Até breve!

Por Carmo Gê Pereira

1. Auto-conhecimento é essencial. Por pôr o nosso prazer, sem indicações, prescrições e com desconhecimento próprio nas mãos de outrem é pôr-lhes um peso morto nas mãos. Conhecer os nossos corpos, universo erótico, e poder dar a quem connosco partilha intimidade o prazer do nosso prazer é um presente precioso. 

 
2. Definir sexo é complicado. Definam um encontro sexual. O que significa? Para além de tudo o que é dito, é uma definição pessoal, pede reflexão. Podem ser beijos, amassos – sexo oral conta? Confundir sexo com coito é tão redutor! Combinem entre vocês e perguntem explicitamente o que é que conta como sexo, e que sexo gostariam de fazer, de entre todas essas coisas que têm em comum nas vossas respostas.. 
 
3. Mesmo se quando falamos em coito, este vem em vários formatos, vá variando: rápido, devagarinho, mais sensual ou mais a à bruta, em vários ritmos e posições. Diversidade é a palavra-chave. Não que todos almejemos ou possamos a ser acrobatas de cama, mas alguma variação daquela posição que tanto gosta pode surpreendê-la… e a quem esteja consigo.
 
4. Há mais prazer para além do orgasmo. Atenção: o orgasmo é, a meu ver, um direito! Mas de forma alguma é um objetivo dever ou nem precisa de ser a meta de um encontro sexual. O caminho é maravilhoso, antes, durante e depois. Isto não deve servir como ‘desculpa’ para que não haja investimento do prazer da outra pessoa, mas sim para evitar obsessões contraproducentes.
 
5. Quantidade e qualidade nem sempre andam par a par, mas podem andar. Manter uma sexualidade prazerosa e ativa vai fazer com que tenhamos o corpo mais desperto e receptivo ao prazer. Por isso, se anda com a libido em cima, relaxe, dê-lhe vazão e desfrute.
 
Sobre a autora
 
Carmo Gê Pereira trabalha na área da sexualidade desde 2008. Com quase sete anos de experiência em aconselhamento erótico e tuppersex e quase quatro anos de realização de workshops, formações e tertúlias, sessões de cinema e ciclos de eventos, tudo ligado à área da sexualidade com o objetivo de passar uma visão sobre comportamentos de forma desmistificada e aberta.

Envie as suas dúvidas e sugestões para contacto@carmogepereira.com .

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close