Saúde

Abacate: o super-alimento

Combate as rugas, promove uma gravidez saudável, reduz o colesterol mau e ajuda a diminuir a inflamação da artrite. Estes são apenas alguns benefícios do abacate, um fruto recomendado por vários especialistas.
Versão para impressão
Combate as rugas, promove uma gravidez saudável, reduz o colesterol mau e ajuda a diminuir a inflamação da artrite. Estes são apenas alguns benefícios do abacate, um fruto recomendado por vários especialistas. 
 
O site especializado em saúde Hippocratic Post falou com alguns especialistas para saber, exatamente, o que é que os abacates fazem pela nossa saúde.

O abacate é rico em gordura monoinsaturada, uma das formas mais saudáveis de gordura, também presente no azeite
 
A norte-americana Sue Baic, nutricionista e co-autora do livro "Nutrição para Idiotas", conta que "o abacate é um alimento extraordinário e oferece benefícios significativos se estiver incluído num estilo de vida saudável".

"Para além da gordura monoinsaturada, os abacates estão repletos de outros nutrientes benéficos como o potássio e a vitamina E, são pobres em sal e contêm fibras. Também contêm centenas de antioxidante vegetais – muitos dos quais com benefícios à saúde", conta Baic.

 
Saúde do coração
 
Os abacates, que contêm ácidos gordos monoinsaturados, podem ajudar a baixar os níveis de colesterol LDL "mau" ao mesmo tempo que aumentam o colesterol HDL "bom". Pensa-se que níveis altos de colesterol HDL ajudam a prevenir ataques cardíacos, enquanto que o colesterol LDL entope as artérias.
 
Num estudo clínico, os investigadores descobriram que pessoas que comem abacates todos os dias durante três meses reduzem drasticamente os seus níveis de colesterol mau.
 
"Já se provou que substituir as gorduras saturadas por gorduras monoinsaturadas pode diminuir o colesterol LDL. Há também um pequeno, mas significativo crescimento do colesterol HDL", diz Linda Main, conselheira dietética da organização Coração, no Reino Unido.
 
Os abacates também contêm níveis altos de potássio – mais de um terço que as bananas – que é essencial na proteção do sistema vascular e regulação do coração.


 
Controlo de peso
 
As pessoas que estão a tentar perder peso vão sentir-se mais cheias durante mais tempo se introduzirem os abacates na sua dieta.

Os resultados vêm de um estudo publicado na revista Cell Metabolism, que diz que a presença de gorduras não saturadas nos abacates desencadeia a produção de um composto no intestino delgado que inibe fome.

 
Um detalhe importante a ter em conta se introduzir o abacate na sua dieta enquanto está a tentar perder peso são as calorias. Por cada 100g de abacate que ingerir está também a ingerir 160 Kcal. Em Portugal, o peso médio de um abacate varia entre 150 e 500 g.
 
Osteoartrite
 
É o tipo mais comum de artrite, entre mais de 200 formas da doença. Não existem dados específicos para Portugal, mas sabe-se que, por exemplo, No Reino Unido, 8 em cada 10 pessoas com mais de 50 anos sofre desta doença dolorosa, causada pela perda de cartilagem nas articulações.
 
Existem estudos que provam que uma combinação de abacate e óleo de soja pode reduzir a dor e a inflamação da osteoartrite. Isto acontece porque ambos os alimentos contêm uns produtos químicos chamados fitosteróis, ou esteroides vegetais, que reduzem o crescimento das células, funcionando como anti-inflamatórios.
 
Redução de rugas
 
Existem celebridades como a Victoria Beckham que juram de pés juntos sobre os efeitos benéficos da máscara de abacate. 
 
De acordo com a nutricionista Sue Baic, "os nutrientes dos abacates não conseguem penetrar na pele, mas podem ajudar a suavizar a epiderme temporariamente”.
 
Outros  estudos, como o que publicado no International Journal of Cosmetic Science, dizem que existem certos açúcares no abacate que podem impulsionar o colágeno da epiderme.


 
Anti-cancro
 
As dietas ricas em frutas e legumes de todos os tipos têm um efeito protetor contra certos tipos de cancro, incluindo o cancro oral, do esófago, estômago e pulmão.
 
Um estudo realizado em 2007 por investigadores da Ohio State University sugeriu que o abacate pode ajudar a prevenir o cancro de boca. Foi provado que extratos do abacate Hass conseguem matar algumas células do cancro oral e evitar que certas células pré-cancerosas se desenvolvam.
 
No entanto, os testes clínicos em seres humanos ainda precisam de ser aprofundados visto que testes no laboratório são um pouco diferentes de comer abacates crus.
 
Parto saudável
 
Os abacates contêm quantidades elevadas de vitamina B e ácido fólico, que protege contra defeitos no nascimento como a espinha bífida e anencefalia.
 
O ácido fólico é também muito importante a regular a formação do nervo embrionário e ajuda a reduzir o risco de dar à luz prematuramente.
 
Rosie Dodds, conselheiro sénior da NCT, a maior instituição de caridade para pais do Reino, disse: "O governo recomenda que todas as mulheres que estão considerando a gravidez tomar um comprimido de ácido fólico de 400 microgramas todos os dias até a 12.ª semana de gravidez”.


Portugal produz 2.900 toneladas de abacate por ano

Além destes benefícios nutricionais, o abacate tem a vantagem de ser saboroso e de poder ser comido de mil e uma maneiras: sozinho, na torrada, em guacamole, em formato de “batatas” fritas, nas saladas ou com chocolate. 

No norte da Europa, nos EUA e nos países produtores da América Latina, o abacate já goza de um grande sucesso, mas em Portugal continua a ser um fruto 'exótico' com pouca expressão de vendas e produção – apesar do sul do país ter terreno propício à produção deste fruto.

 
De acordo os dados do Observatório dos Mercados Agrícolas, a cultura do abacate em Portugal encontra-se subaproveitada. Atualmente, a área total usada é de 320 hectares, o que origina uma produção de 2903 toneladas, mas a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve avança que, só no Algarve, existem 1.500 hectares de terreno adequados à produção de abacate.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close