Sociedade

A melhor estrada do mundo é portuguesa

A melhor estrada do mundo para conduzir fica em Portugal. O troço da N-222 que liga o Peso da Régua ao Pinhão foi escolhido como o que oferece, a nível internacional, a melhor experiência de condução.
Versão para impressão
A melhor estrada do mundo para conduzir fica em Portugal. O troço da N-222 que liga o Peso da Régua ao Pinhão, um percurso de cerca de meia hora sempre com vista para o Douro, foi escolhido como o que oferece, a nível internacional, a melhor experiência de condução com base numa fórmula científica.
 
A eleição foi feita pela empresa de aluguer de automóveis Avis através do “ADR – Avis Driving Ratio” (“Índice de Condução Avis”, em português), índice desenvolvido com a ajuda de Mark Hadley, físico britânico da Universidade de Warwick, no Reino Unido, para determinar a estrada perfeita.
 
O estudo realizado pelo investigador permitiu concluir que o índice de condução ideal é de 10:1, isto é, 10 segundos em linha reta para cada segundo despendido numa curva, tendo a portuguesa N-222 sido a estrada mundial que registou um índice mais próximo do “perfeito” no decurso da investigação, com uma relação de 11:1 entre curvas e linhas retas.
 
“Há quatro fases determinantes na condução: as curvas, a aceleração, a velocidade de cruzeiro e a travagem”, explica, em comunicado, Mark Hadley, cientista responsável pela criação da fórmula, esclarecendo que o índice possibilitou o cálculo “do balanço ótimo entre estes componentes para estabelecer, cientificamente, as melhores estradas do mundo para conduzir”.
 
Além de oferecer uma vista privilegiada para o Douro e os seus socalcos e de encantar os condutores com a beleza da paisagem, a N-222 é estrada que mais se aproxima do que Hadley descreve como uma estrada de qualidade para conduzir. 
 
“Uma grande estrada é a que consegue o equilíbrio entre as várias fases da condução, para que o condutor desfrute da euforia da velocidade e da aceleração, enquanto as curvas testam a sua habilidade e as longas linhas retas permitem que aproveite a paisagem”, afirma o investigador.
 
A N-222 é acompanhada no pódio das melhores estradas do mundo pela Big Sur, na Califórnia (EUA), que ocupa o segundo lugar da lista com um índice de 8.5:1, e pela A535, em Inglaterra, com uma relação de 8.4:1. 
 
Entre as estradas mundiais há, no entanto, opções para todos os gostos: quem procurar um desafio poderá ir até ao Japão e conduzir na Nihon Romantic Highway, cheia de curvas apertadas, ou aventurar-se na estrada da Costa Amalfitana, em Itália, que surpreende com uma curva a cada segundo em linha reta.
 
Os que preferirem uma experiência tranquila, bela e de baixa intensidade podem optar, por exemplo, pela Overseas Highway, na Flórida (EUA), com um índice de 1240:1, revela o estudo da Avis.

Notícia sugerida por Maria Pandina

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close