Espetáculos e Exposições

“A Matéria Negra da Luz dos Media” em Serralves

Até ao dia 4 de julho, o Museu Serralves acolhe uma exposição dedicada à artista norte-americana Dana Birnbaum. Os trabalhos vídeo apresentados refletem uma visão crítica e emocionalmente muito forte acerca da sociedade americana e da forma como esta
Versão para impressão
[Foto: Paula Cooper Gallery, Nova Iorque]

Até ao dia 4 de julho, o Museu Serralves acolhe uma exposição dedicada à
artista norte-americana Dara Birnbaum. Os trabalhos vídeo apresentados
refletem uma visão crítica e emocionalmente muito forte acerca da
sociedade americana e da forma como esta é ilustrada na televisão.

A artista nova-iorquina começou a desenvolver o seu trabalho na década de 70, focando-se sempre na influência que a televisão e os media em geral exercem no quotidiano individual e também coletivo.

“A Matéria Negra da Luz dos Media” inclui a exibição de partes do seu arquivo pessoal, assim como filmes serão apresentados pela primeira vez.

Dara Birnbaum conta-se entre os primeiros artistas empenhados em desenvolver estratégias de subversão da linguagem televisiva. “Ao deslocar os elementos visuais e alterar a sintaxe, estas imagens foram separadas do fluxo narrativo e contrapostas a textos musicais, mergulhando o espetador diretamente na própria experiência televisiva que revela a televisão nos seus gestos esterotipados de poder e submissão, de auto-apresentação e ocultação, de egos masculinos e femininos”, diz a própria artista, citada em comunicado da Fundação Serralves.

O objetivo da sua arte tem sido, portanto, o de “garantir uma voz ao indivíduo”, ao
desconstruir o poder das imagens nos seus vídeos e instalações
multimédia, onde a linguagem tem uma dinâmica “tele-visual” que abarca
não só imagens, mas também música e texto.

Uma das suas peças mais icónicas é o vídeo “Technology/Transformation: Wonder Woman”, de 1978.

Dara Birnbaum foi a primeira artista vídeo feminina a receber o prestigiado galardão Maya Deren Award for Independent Film and Video, atribuído pelo American Film Institute, em 1987.

Mais informações aqui.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close