Sociedade

700 milhões para reabilitar Baixa Pombalina

A Câmara de Lisboa abriu esta semana o período de discussão pública do plano de pormenor de salvaguarda da baixa pombalina, que está orçado em mais de 700 milhões de euros.
Versão para impressão
A Câmara de Lisboa abriu esta semana o período de discussão pública do plano de pormenor de salvaguarda da baixa pombalina, que está orçado em mais de 700 milhões de euros.

O investimento com realização prevista entre o ano de 2010 e 2020 tem como custo de reabilitação de imóveis cerca de 653 milhões de euros, já o espaço público terá um investimento de reabilitação na ordem dos 64 milhões de euros.

No campo do espaço público estão inseridas a rua da Prata, a praça a ser criada junto à Boa Hora.

Contemplada está ainda a instalação de um escola e uma creche apesar de a sua localização ainda não estar definida devido à dificuldade de enquadramento no espaço pombalino.

O plano de salvaguarda da Baixa Pombalina tem três unidades de execução, compostas pelo acesso assistido ao Castelo pela Rua dos Fanqueiros e Rua da Madalena, o Museu da Moda e do Design (Mude), os terraços do Carmo e a Frente Ribeirinha.

Foram eleitos dois quarteirões piloto, situados na Rua do Crucifixo, Rua do Ouro, Rua da Vitória, Rua da Assunção e Rua dos Sapateiros.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close