Sociedade

65 padres do Algarve doam salário

Todos os 65 padres da diocese do Algarve concordaram um doar o ordenado de um mês de trabalho (650 euros) até março de 2011, que será canalizado para o fundo social que neste momento se encontra sem verbas. Os padres esperam conseguir reunir 42 mil e
Versão para impressão
Todos os 65 padres da diocese do Algarve concordaram um doar o ordenado de um mês de trabalho (650 euros) até março de 2011, que será canalizado para o fundo social que neste momento se encontra sem verbas. Os padres esperam conseguir reunir 42 mil euros, avança a agência Lusa.

A posição é assumida no comunicado que o Conselho Presbiteral da diocese do Algarve publicou no seu site oficial, a Folha de domingo. Os padres da diocese algarvia lembram que vivem no segundo distrito do país com mais desemprego e procuram, assim, ajudar a combater a crise.

O contributo pessoal dos sacerdotes do Algarve para ajudar a enfrentar a crise e apoiar os mais carenciados é inédito na região, mas vem na “senda do que aconteceu na Diocese de Braga, onde também vão dar um vencimento seu para fazer face à crise”, explica o padre Miguel Neto à agência Lusa.

A crise económica está a afetar fortemente a região algarvia, motivando o reforço do papel de muitos organismos católicos, como é o caso da Cáritas Diocesana que já anunciou a intenção de criar em janeiro do próximo ano um refeitório social em Faro com o objetivo de conseguir fornecer todos os dias refeições a 40 pessoas mais necessitadas.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close