Cultura

57 obras de arte do Museu do Prado em Portugal

O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) acolhe, de 03 de Dezembro a 30 de Março, a primeira exposição composta exclusivamente por obras do Museu Nacional do Prado em Portugal, da qual constam 57 pinturas de mestres da paisagem do século XVII.
Versão para impressão
O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) acolhe, de 3 de Dezembro a 30 de Março, a primeira exposição composta exclusivamente por obras do Museu Nacional do Prado em Portugal, da qual constam 57 pinturas de mestres da paisagem do século XVII.
 
Intitulada “Rubens, Brueghel, Lorrain. A paisagem nórdica do Museu do Prado”, a mostra, temporária, resulta de um convénio assinado entre os dois museus, que tem como objetivo a realização de projetos conjuntos que promovam o conhecimento de ambas as coleções.

Os mais destacados mestres da paisagem nórdica do século XVII compõem esta mostra, com obras tão importantes como Paisagem Alpina, de Tobias Verhaecht, A vida no Campo, A Abundância e os Quatro Elementos e Boda Campestre de Jan Brueghel o Velho, além de A Visão de Santo Huberto, pintada em colaboração com Rubens, Paisagem com Ciganos e Tiro ao Arco, de David Teniers, ou os dramáticos Cerco de Aire-sur-la-Lys, de Peeter Snayers, e Bosque, de Simon de Vlieger.

As duas tipologias mais características das paisagens pintadas por artistas do do norte da Europa – a paisagem de inverno e a paisagem de água – estão representadas, entre outras, pela delicada pintura O Porto de Amesterdão no Inverno, de Hendrick Jacobsz. Um Porto de Mar ou Desembarque de Holandeses no Brasil, de Jan Peeters, aludem a terras longínquas, às quais o comércio marítimo fez chegar os holandeses.
 
Está também representado Peter Paul Rubens, o grande mestre da paisagem nórdica, com a famosa pintura Atalanta e Meleagro Caçando o Javali de Cálidon.

A exposição termina com algumas das paisagens encomendadas pelo rei Felipe IV de Espanha a Claude Lorrain e a Jan Both, para decorar o Palácio do Bom Retiro de Madrid. Dois jovens pintores que iniciaram em Roma a chamada paisagem italianizante.

A exposição estará aberta ao público todos os dias exceto à segunda-feira e nos feriados 25 de Dezembro e 1 de Janeiro. Os bilhetes têm o custo de 6 euros mas há descontos para jovens, sénios, universitários e grupos.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close