Cultura

50 projetos artísticos recebem 800 mil euros

Na sequência do anúncio dos resultados dos concursos de Apoios Directos - Projectos Pontuais da Direcção Geral das Artes (DGA), nesta quarta-feira, vão ser distribuídos 800 mil euros por 50 projetos artísticos de todo o país.
Versão para impressão
Na sequência do anúncio dos resultados dos concursos de Apoios Directos – Projectos Pontuais da Direcção Geral das Artes (DGA), nesta quarta-feira, vão ser distribuídos 800 mil euros por 50 projetos artísticos de todo o país.

Segundo os dados da DGA, a região de Lisboa e Vale do Tejo é a que regista mais projetos apoiados (500 mil euros para 31 projetos de 178 candidaturas recebidas), seguindo-se a região Norte (195 mil euros para 10 projetos de 91 candidaturas recebidas), a região Centro (40 mil euros para quatro projetos eleitos entre 39 candidaturas), o Alentejo (35 mil euros para três projetos seleccionados entre 15 candidaturas), e o Algarve (30 mil euros para dois projetos de 11 candidaturas).

A distribuição dos apoios – que podem ser de cinco mil a 30 mil euros por projeto – teve em consideração oito áreas artísticas distintas.

O teatro foi a área com mais apoios (190 mil euros para 13 projetos), a par com os cruzamentos disciplinares (190 mil euros para nove projetos). Seguem-se a música (135 mil euros para nove projetos), as artes plásticas (130 mil euros para nove projetos), a dança (75 mil euros para seis projetos), a arquitetura (50 mil euros para dois projetos) e as artes digitais (30 mil euros para dois projetos).

A divulgação dos resultados – que podem ser consultados no site oficial da DGA – sofreu alguns atrasos, já que “a DGA, em concreto, tem estado impedida de contratualizar os apoios, aguardando pela entrada em vigor do Decreto-lei de Execução Orçamental, que entretanto foi publicado na passada sexta-feira [18 de junho]. Este serviço está agora em condições de dar seguimento aos resultados dos concursos”, refere o Ministério da Cultura em comunicado.

O anúncio destes apoios surge numa altura de forte contestação por parte dos artistas, face aos cortes orçamentais de 10% anunciados pelo ministério encabeçado por Gabriela Canavilhas, sobre os quais a tutela anunciou também, esta semana, que terão efeito só no segundo semestre de 2010.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close