Mundo

350 milhões de camponeses salvos da pobreza extrema

Os progressos nas áreas rurais nas últimas décadas salvaram mais de 350 milhões de camponeses da miséria extrema, de acordo com um documento divulgado pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).
Versão para impressão
Os progressos nas áreas rurais nas últimas décadas salvaram mais de 350 milhões de camponeses da miséria extrema, de acordo com um documento divulgado pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

O documento intitulado “Relatório sobre a Pobreza Rural 2011” especifica que nos últimos dez anos a taxa total de pobreza extrema registada em áreas rurais de países desenvolvidos diminuiu de 48% para 34%.

O relatório considera pobreza extrema todas as pessoas que vivem com menos de 1,25 dólares por dia e alerta, contudo, que a pobreza global mantém-se como fenómeno predominante.  

Os autores do estudo destacam ainda um aumento “alarmante” no número de pessoas extremamente pobres nas zonas rurais da África subsariana, ainda que a percentagem de indivíduos que vive com menos do equivalente a 1,25 dólares por dia, calculado em 62%, caiu ligeiramente desde que a FIDA divulgou o seu primeiro relatório em 2001.

Aceda ao relatório completo da FIDA clicando aqui.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close