Ambiente

Zoo de Lisboa apresenta nova cria de Okapi

A cria de Okapi que nasceu em Maio, no Jardim Zoológico de Lisboa, já pode ser vista pelo público, no seu habitat exterior. O pequeno macho nasceu com um peso de 25 quilogramas e é a segunda cria desta espécie a vir ao mundo na capital.
Versão para impressão
A cria de Okapi que nasceu em Maio, no Jardim Zoológico de Lisboa, já pode ser vista pelo público, no seu habitat exterior. O pequeno macho nasceu com um peso de 25 quilogramas e é a segunda cria desta espécie a vir ao mundo na capital portuguesa.
 
A primeira, Azizi, nasceu em 2010, tendo sido recentemente enviada para o Jardim Zoológico Doué La Fontaine, em França, no âmbito do programa de cooperação entre Zoos. O objetivo é dar continuidade à reprodução da espécie, considerada rara.

Filha de Faraa, a mãe, e Jamar, o pai, a nova cria de Okapi só agora pode ser vista no exterior das instalações onde habitam no parque, em Lisboa.

Os Okapi, conhecidos como Girafa da Floresta, são da família das Girafas, embora tenham o pescoço mais curto e riscas brancas nas patas (que contrastam  com o corpo escuro e fazem lembrar uma zebra). 


Em comunicado enviado ao Boas Notícias, o Zoo de Lisboa explica que o parentesco com a girafa é visível nas “orelhas grandes  e eretas” e na “língua comprida”, com cerca de 35 centímetros, que o Okapi utiliza para limpar os olhos e orelhas. 

Tem também “umas saliências córneas cobertas por pele” e o seu pelo “é muito suave e oleoso permitindo-lhe manter-se seco na época das chuvas”.


“A sua dieta é exclusivamente herbívora e as suas preferências são folhas, frutos  e sementes de plantas”, refere o parque, que sublinha o facto de as crias se alimentarem “de leite materno até aos nove meses” e terem uma “ligação muito forte” com a mãe, com a qual comunicam através de vocalizações semelhantes a balidos e infrassons.

O Okapi é originário das florestas equatoriais do Nordeste e Centro-Leste da República Democrática do Congo e a sua espécie encontra-se, atualmente, ameaçada pela caça desportiva e pela perda de habitat natural.

O Jardim Zoológico de Lisboa trabalha no sentido da conservação dos Okapis  através da participação no Programa Europeu de Reprodução do Okapi e do  apoio financeiro a um projeto no habitat natural, na República Democrática  do Congo. 

Notícia sugerida por Elsa Martins e Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub