Ambiente

Zona devastada por incêndios recebe 3400 sobreiros

Com o apoio da Quercus, os colaboradores da Corticeira Amorim vão plantar 3400 sobreiros, no próximo dia 28 de Janeiro, numa área devastada por incêndios florestais, em Três Minas, Vila Pouca de Aguiar.
Versão para impressão

Com o apoio da Quercus, os colaboradores da Corticeira Amorim vão plantar 3400 sobreiros, no próximo dia 28 de Janeiro, numa área devastada por incêndios florestais, em Três Minas, Vila Pouca de Aguiar. Um dos objetivos é criar uma barreira contra o avanço de incêndios.

Os 3400 sobreiros simbolizam o número de colaboradores que a Corticeira Amorim tem espalhados pelo mundo, sendo esta uma ação que pretende envolver diretamente esta comunidade de trabalhadores na preservação da floresta portuguesa, aumentando desta forma a área florestal de sobreiro, considerado recentemente a Árvore Nacional de Portugal.

Em comunicado, a Corticeira explica que a ação se insere no Programa de Sustentabilidade da Empresa, denominado Escolha Natural, e é realizada no âmbito do Projeto Floresta Comum, da QUERCUS, que visa assegurar a preservação da floresta autóctone portuguesa.

Barreira contra avanço de incêndios

 A plantação de sobreiros nesta zona de Vila Pouca de Aguiar ajudará a criar, no futuro, uma barreira ao avanço de incêndios uma vez que a criação de áreas florestais com espécies autóctones, como o sobreiro, com características de resistência ao fogo, é uma das estratégias recomendadas para a preservação de fogos florestais nas zonas Norte e Centro de Portugal (que apresentam maior incidência de incêndios).

Esta ação de reflorestação foi iniciada há um ano, em que foram semeadas mais de 700 bolotas no solo pelos colaboradores da Corticeira Amorim, com o apoio QUERCUS.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório