Sociedade

‘Zero Desperdício’ já recuperou 675.000 refeições

Criado em 2012, o movimento 'Zero Desperdício' tem vindo a aproveitar os bens alimentares que antes acabavam no lixo e fazê-los chegar àqueles que mais precisam. Hoje, a iniciativa avança ter recuperado e servido cerca de 675.000 refeições com a ajud
Versão para impressão
Criado em 2012, o movimento 'Zero Desperdício' tem vindo a aproveitar os bens alimentares que antes acabavam no lixo e fazê-los chegar àqueles que mais precisam. Hoje, a iniciativa avança ter recuperado e servido cerca de 675.000 refeições com a ajuda de mais de 100 parceiros no âmbito da Responsabilidade Social. 
 
Assembleia da República e Colégio Militar são apenas duas das muitas instituições que se quiseram juntar ao projeto, que quer pôr fim às cerca de 50.000 refeições desperdiçadas diariamente de norte a sul do país – quer seja comida que nunca saiu da cozinha, comida cujo prazo de validade se aproxima do fim ou comida que nunca foi exposta ou posta em contacto com o público.


Em prol da cidadania portuguesa, o movimento está, inclusive, a preparar um Manual de Réplica para aqueles municípios que queiram aderir ao movimento. De acordo com o comunicado enviado ao Boas Notícias, à causa já se juntaram mais de cem parceiros sociais, entre os quais a Fundação Calouste Gulbenkian e o Instituto de Empreendedorismo Social que, juntos, desenvolveram um vídeo institucional para a 'Zero Desperdício'. 


Numa evidência do impacto desta iniciativa lusa, também a Organização Alimentar e Agrícola (FAO, em inglês) das Nações Unidas fez questão de a apresentar ao mundo, na sua publicação de Dezembro, como um interessante caso de estudo e exemplo de 'Boas Práticas' (veja AQUI). 

Saiba mais sobre o movimento 'Zero Desperdício' AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub