Cultura

YouTube recria leitura de “D. Quixote”

A Real Academia Espanhola e o YouTube associaram-se numa iniciativa que visa promover a leitura global da obra de Miguel de Cervantes na Internet. A ideia é que vários utilizadores espalhados pelo mundo façam o upload de um breve vídeo em que leiam,
Versão para impressão
[Imagem: Ilustração de Honoré Daumier]

A Real Academia Espanhola e o YouTube associaram-se numa iniciativa que visa promover a leitura global da obra de Miguel de Cervantes na Internet. A ideia é que vários utilizadores espalhados pelo mundo façam o upload de um breve vídeo em que leiam, em espanhol, um excerto de “D. Quixote de la Mancha”.

Os interessados necessitam apenas de aceder ao endereço Youtube.com/elquijote e clicar na opção “participar”. Depois de disponibilizado um trecho da obra, o utilizador tem seis horas para preparar o vídeo com a sua leitura e carregá-lo no YouTube. Se o vídeo não for carregado nesse período, o trecho é atribuído a outro utilizador.

Ao jornal Público, a coordenadora do projeto e diretora de marketing do YouTube em Espanha, Carla Rivera, explica que o grande objetivo é prestar uma “homenagem à leitura”.

“Um dos objetivos do YouTube também passa pela difusão da cultura e facilitar o seu acesso. Este é um dos casos, mas há outros, como o caso da Orquestra Sinfónica do YouTube, que foi lançada o ano passado, ou o caso de YouTube Play, um concurso organizado com a Fundação Guggenheim e que promovia a arte em vídeo”, explica a responsável.

Além da locução verbal da obra em espanhol, há a hipótese de incluir outras formas de expressão – linguagem gestual, por exemplo -, que devem ser acompanhadas de legendas em espanhol, fiéis à obra, através da ferramenta existente no YouTube para esse efeito, adianta o Público.

As gravações serão depois revistas por uma equipa do Centro de Estudos Cervantinos, para garantir que que estão ajustadas ao texto da Real Academia Espanhola e às regras de participação no projeto. Ao todo, espera-se a colaboração de 2149 utilizadores, que corresponde ao número de trechos em que a obra foi dividida.

A leitura será posteriormente disponibilizada na íntegra, por tempo indefinido e acessível a todos os utilizadores.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório