Mundo

Xangai: 17 mil pastéis de nata vendidos num dia

Na quinta-feira, o pavilhão de Portugal da Expo Xangai 2010 bateu todos os recordes: foram vendidos 17 mil pasteis de nata, na cafetaria que ocupa o espaço, num dia em que 75 mil pessoas visitaram o pavilhão português, o registo de afluência mais el
Versão para impressão
Na quinta-feira, o pavilhão de Portugal da Expo Xangai 2010 bateu todos os recordes:  foram vendidos 17 mil pasteis de nata, na cafetaria que ocupa o espaço, num dia em que 75 mil pessoas visitaram o pavilhão português, o registo de afluência mais elevado desde a inauguração do evento.

“Tivemos cerca de 75 mil visitantes, que é quase o dobro do anterior recorde. Foi um dia especial em tudo, com filas permanentes para entrar no pavilhão e até para comprar pastéis de nata”, disse à agência Lusa um responsável português.

Introduzido no território chinês há cerca de uma década, o pastel de nata (designado localmente “pu shi dan ta”, expressão que significa, literalmente, “tarte de ovo de estilo português”) é também uma das especialidades da Júlia Food Co., a empresa de Xangai concessionária da cafetaria-restaurante do pavilhão português.

Esta empresa tem mais de 30 lojas em Xangai, com cozinheiros de Macau, mas para a Expo2010 contratou o chef Bruno Magro, que trabalhava num dos raros restaurantes de cozinha portuguesa em Pequim.

O pavilhão de Portugal já foi visitado por quase 3,5 milhões de pessoas, um recorde na história da participação portuguesa em exposições universais.

É um edifício de 2000 metros quadrados, revestido de cortiça, que destaca os 500 anos de contactos entre Portugal e a China e a atual “aposta portuguesa nas energias renováveis”.

[Notícia sugerida pelos utilizadores Francisco Pinto Leite e Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório