Ambiente

Voluntários vão proteger sapos da Serra do Alvão

m grupo de voluntários vai construir uma barreira junto a uma estrada, na Serra do Alvão, com o objetivo de diminuir a mortalidade acidental dos anfíbios.
Versão para impressão
A Câmara Municipal de Vila Real está preocupada com a preservação da biodiversidade. Como tal, um grupo de voluntários vai construir uma barreira junto a uma estrada, na Serra do Alvão, com o objetivo de diminuir a mortalidade acidental causada pelo atropelamento de anfíbios, que tem levado à diminuição desta população.
 
A iniciativa “Salvemos os Sapos” vai decorrer na sexta-feira e no sábado e junta à autarquia o Parque Natural do Alvão (PNA) e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

A barreira vai ser construída ao longo da estrada municipal 313, junto à Barragem do Alvão, esperando-se assim que seja possível evitar que os sapos atravessem a estrada, canalizando-os para passagens inferiores e possibilitando-lhes o acesso aos locais de reprodução sem riscos de atropelamento.

 
De acordo com a Câmara Municipal, que divulgou a informação em comunicado, os atropelamentos – ocorridos sobretudo na época reprodutiva – têm provocado um decréscimo significativo do número de anfíbios, em especial do sapo-comum, a espécie à qual mais se dirige esta ação de proteção. No entanto, a medida poderá beneficiar outros animais como a salamandra-de-pintas-amarelas.
 
O programa “Salvemos os Sapos” conta com apoio financeiro do Programa Operacional Regional do Norte (ON2) e insere-se no Programa de Biodiversidade de Vila Real, que inclui ainda a iniciativa “Proteger é conhecer”, com um orçamento global de 1,7 milhões de euros.

De salientar que a preservação dos anfíbios é uma das medidas definidas pelo Plano Setorial da Rede Natura 2000. 

 
[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório