Sociedade

Voluntariado: Projeto repara casas de idosos

NULL
Versão para impressão
Cerca de 25 casas de idosos da zona central de Lisboa vão ser reparadas, por voluntários, permitindo que as pessoas idosas possam usufruir da chamada terceira idade com qualidade e de uma forma digna. O projeto “Reparar” arrancou esta quarta-feira e é uma iniciativa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

São 25 as casas que já estão a ser reparadas por voluntários e empresas que aderiram ao projeto “Reaparar”. Tudo começou através do serviço de Apoio Domiciliário da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa  que apoia mais de 3.000 pessoas idosas carenciadas.

Estas pessoas não possuem rede familiar, levam uma vida solitária e social e emocionalmente isolada, residem sozinhas e em habitações degradadas, principalmente na zona histórica e central de Lisboa.

José Mota Leal, responsável do projeto “Reparar”, disse ao Boas notícias que a ” ideia surgiu de um conjunto de dados das coordenadoras responsáveis pelo apoio domiciliário que foram relatando as condições de habitação destas pessoas.”

“Surgiu então a ideia de propor a um conjunto de empresas, uma iniciativa de voluntariado empresarial de modo a minimizar os problemas de habitação em que estes utentes se encontram”, referiu José Mota Leal à redação do Boas Notícias.

“A natureza económica e familiar, assim como a incapacidade física destas pessoas repararem as suas habitações foram os principais critérios, elaborados pela Santa Casa, de admissão para a primeira edição do Reparar”, revelou o responsável do projecto.

José Mota Leal, referiu que “por enquanto o projeto será nestas 25 casas na zona central de Lisboa, mas a Santa Casa pretende estender o projeto a toda a cidade de Lisboa.”

A ação de voluntariado

A Ação de Voluntariado de Reparações Solidárias REPARAR conta com a colaboração da Associação dos Arquitectos Sem Fronteiras que fazem o levantamento do que é necessário consertar nas habitações.

O voluntariado é a base deste projeto que conta com o trabalho realizado por equipas de trabalhadores voluntários de um conjunto de empresas que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa convidou a aderir ao projeto.

Para além de fornecerem os voluntários da “Reparar”, as empresas aderentes suportam igualmente os custos inerentes às intervenções, nomeadamente trabalhos preparatórios e materiais. Cada empresa apadrinha uma casa ou mais.

Galp Energia, EDP, Montepio, Delta Cafés, Grupo Brodheim, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Montepio, Delta Cafés, Servilusa, Auchan e a H-Tecnic são as empresas que aderiram à iniciativa.

Clique AQUI para consultar o site do projeto.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório