Gastronomia

Vinho português eleito o melhor na África do Sul

O vinho português Astronauta Touriga Nacional 2012, da região de Lisboa, foi eleito o melhor durante a prova internacional RECM Best Value, que decorreu na África do Sul e no qual participaram quase todos os vinhos disponíveis no mercado daquele país
Versão para impressão
O vinho português Astronauta Touriga Nacional 2012, da região de Lisboa, foi eleito o melhor durante a prova internacional RECM Best Value, que decorreu na África do Sul e no qual participaram quase todos os vinhos disponíveis no mercado daquele país. 
 
A distinção foi feita no decurso de uma visita estratégica organizada pelos Vinhos de Lisboa à África do Sul, no âmbito da qual se “fizeram contactos” e “firmaram contratos” e que deu aos vinhos lisboetas a oportunidade de se mostrarem, trazendo para Portugal o prémio do melhor vinho tinto de casta não tradicional do continente africano.
 
O galardão foi conquistado pelo Astronauta Touriga Nacional 2012, um vinho com assinatura do enólogo e crítico de vinhos português Aníbal Coutinho, que resultou de um projeto pessoal levado a cabo pelo especialista em parceria com a Vidigal Wines. 
 
“Entre todas as castas menos usuais, as variedades portuguesas foram as que tiveram os melhores resultados, com a liderança de uma touriga nacional da região de Lisboa que, fazendo jus à marca do vinho, aterrou com sucesso no mercado sul-africano”, destacou Neil Pendock, crítico de vinhos que integrou o júri da RECM Best Value, citado num comunicado da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR Lisboa).
 
Penetrar neste mercado e implantar algumas das suas marcas de vinhos foi, aliás, o objetivo da viagem promovida pela CVR Lisboa ao continente africano em finais de Novembro. “A África do Sul é um país produtor de vinhos, por isso é um mercado que aprecia muito o vinho”, o que torna “os produtos portugueses bastante apetecíveis”, afirma Vasco d'Avillez, presidente da comissão.
 
A missão organizada pela CVR Lisboa englobou a realização de provas, jantares vínicos e contactos com importadores e líderes de opinião, como o embaixador e a cônsul de Portugal na África do Sul, enquadrando-se na estratégia de investimento dos vinhos de Lisboa para o triénio 2014-2016, que inclui a entrada em novos mercados. 
 
A Casa Santos Lima, a Companhia Agrícola do Sanguinhal, a Vidigal Wines, a Wine Ventures, o Paço das Cortes, a Adega da Vermelha e a Ivin foram os produtores da região de Lisboa que estiveram presentes nesta investida.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório