Negócios e Empreendorismo

Vinho: Melhor semestre de exportações desde 2010

Em Portugal, as exportações do vinho registaram os melhores valores no primeiro semestre desde o ano de 2010. Com um aumento de 2,6% face ao período homólogo de 2012, o Instituto da Vinha e do Vinho fala em "indicadores positivos" e em boas previsões
Versão para impressão
Em Portugal, as exportações do vinho registaram os melhores valores no primeiro semestre desde o ano de 2010. Com um aumento de 2,6% face ao período homólogo de 2012, o Instituto da Vinha e do Vinho fala em “indicadores positivos” e em boas previsões para o fim do ano.
 
Em comunicado citado pela agência Lusa, a entidade fala de um crescimento de 7,7% no preço médio das exportações no primeiro semestre de 2013, “apesar de um ligeiro decréscimo em volume”. 
 
“Foi o melhor primeiro semestre desde 2010″, avança Frederico Falcão, presidente do Instituto da Vinha e do Vinho. “Os indicadores são positivos. Se o segundo semestre tiver o desempenho que temos observado nos últimos três anos (57% do valor das exportações ocorreu no segundo semestre), podemos ultrapassar este ano os 720 milhões euros”.
 
O principal mercado do vinho português continua a ser o europeu, com 57% do total das exportações. Já países como Angola, Estados Unidos, Canadá e Brasil figuram “no grupo dos 10 principais mercados”.
 
Em termos europeus, a Polónia e a Espanha foram os mercados com maior crescimento em termos de volume e de valor. Já o mercado chinês cresceu 40% em termos de preço média de venda.
 
Em 2012, as exportações de vinho atingiram os 704,8 milhões de euros, registando um acréscimo de 7,1% face aos números de 2011, naquela que foi a primeira vez que o nível dos 700 milhões foi ultrapassado.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub