Gastronomia

Vila Real: Chef cria novo prato para contrariar a crise

Um chef de cozinha de Viana do Castelo criou um novo prato para contrariar a crise. Alexandre Ferreira aceitou o desafio da Associação Portuguesa de Hotelaria e Restauração do Turismo e deu asas à imaginação para promover o melhor da gastronomia.
Versão para impressão
Um chef de cozinha de Viana do Castelo criou um novo prato para contrariar a crise. Alexandre Ferreira aceitou o desafio da Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo e deu asas à imaginação para promover o melhor da gastronomia portuguesa.
 
Do processo criativo nasceu “Reca D'Aleu”, um prato que alia carne de porco a diferentes produtos da região de Vila Real, como as castanhas, os cogumelos, a batata, os grelos e a maçã.
 
Cozinhado durante 10 horas a baixa temperatura, o novo prato remete para o antigo jogo da “reca” ou “choca”, que se jogava com paus e uma pedra, e para “Aleu”, o nome dado ao pau que foi inscrito no brasão de Vila Real.

Em declarações à agência Lusa, Alexandre Ferreira diz ter-se inspirado na cozinha “dos nossos avós”, confeccionando a carne em banha, no forno a 78 graus e durante quase meio dia.
 
“Depois de retirada da banha, é cortada em nacos e marcada em azeite e mel. No fim, fica muito suculenta”, explicou.
 
Segundo o chef, o “Reca D'Aleu” fica significativamente mais em conta do que um típico prato à base de carne de vitela maronesa, uma vez que o porco é uma carne bem mais barata e que os acompanhamentos são iguarias disponíveis na região praticamente durante o ano inteiro.

Objetivo é “dar mais atratividade” aos restaurantes
 

A ideia foi lançada pela Associação Portugesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT), no âmbito da iniciativa “Prove Vila Real”. O objetivo é “dar mais atratividade aos restaurantes e à cidade”, numa altura em que este setor atravessa grandes dificuldades. 
 
Neste distrito transmontano foram já encerradas “centenas de estabelecimentos”. Com esta nova criação, a APHORT quer atrair mais clientes e ajudar a melhorar o negócio, acrescentando um novo “valor” às ementas.
 
“A 'reca' significa o nascimento de um novo símbolo da gastronomia de Vila Real, porque faz uma combinação muito interessante entre aspectos da tradição e da história, com produtos naturais e um toque de modernidade”, afirmou António Condé Pinto, presidente executivo da entidade responsável.

Até à data, já aderiram à iniciativa onze restaurantes de Vila Real, que vão passar a servir o “Reca D'Aleu”. 
 
Celeste Gonçalves, empresária local, é uma delas, e acredita que o novo prato irá ajudar a “trazer muita gente a Vila Real”, atraída pela “tipicidade” do prato que liga à história desta região.
 
Também Joaquim Costa, proprietário de outro restaurante daquela cidade, salienta que a “união” dos empresários transmontanos é essencial para ultrapassar a crise. 

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub