Fitness & Bem-estar

Vida em Portugal elogiada no Wall Street Journal

Roger B. Adams, que durante mais de 20 anos foi administrador de um canal de televisão nos EUA, escolheu vir viver para Portugal nos anos 90. Num artigo publicado no Wall Street Journal, o norte-americano garante que não poderia "pedir mais nada".
Versão para impressão
Roger B. Adams, que durante mais de 20 anos foi administrador de um canal de televisão nos EUA, escolheu vir para Portugal nos anos 90, altura em que se reformou. Num artigo publicado no prestigiado jornal Wall Street Journal, o norte-americano garante que aqui se sente feliz e que não poderia “pedir mais nada”.
 
“Muita gente me pergunta: ‘Porque é que saíste da América para ires para Portugal?’”, diz Roger no seu artigo, explicando que a razão é simples, estava cansado dos elevados níveis de stress com que viveu ao longo da sua carreira com mais de 20 anos na televisão.
 
Roger já tinha visitado Portugal nos anos 80 e tinha “adorado”. Por isso não hesitou em aproveitar a sua reforma na televisão para viver num país à beira mar com um clima, diz o autor do artigo, semelhante ao da Califórnia.

Este norte-americano emigrou para Portugal em 1990 e, depois de viver alguns anos no campo, mudou-se para Cascais. Agora sente-se tão integrado – apesar de ainda “falar a língua como uma criança de 5 anos” – que usa o pronome “nós” para falar do país e dos portugueses.

“Temos montanhas, oliveiras, sobreiros e muita cortiça, produzimos uvas e gado, temos lindos vales com rios onde o vinho do Porto é produzido; temos os semitrópicos do Algarve e, claro, toda a costa”, diz o autor do texto que, no nosso país, trabalha ajudando outros emigrantes a tratar dos seus impostos.

Roger descreve ainda a sua vida quotidiana garantindo que “há muito para um reformado ativo fazer, desde o golfe, à praia, passando pelos passeios de bicicleta ou a jardinagem”. O autor salienta ainda a vantagem de Portugal se encontrar perto de todas as grandes cidades da Europa, como Londres, Madrid ou Paris.

A parte gastronomia, como seria de esperar, merece grande destaque, com Roger a elogiar a qualidade da carne e do peixe e sublinhando que a maior parte das pessoas cozinha os pratos “no momento” pelo que a frescura das refeições é garantida. O preço e a excelência dos vinhos e da cerveja são outro ponto a favor do nosso país.

O artigo – que fala também no custo de vida, por exemplo em relação à habitação, aos preços do combustível (o dobro dos EUA, sublinha) e dos cuidados de saúde – é ainda acompanhado de um pequeno mapa de Portugal e de um breve guia com sugestões de sítios para visitar como a praia da Adraga (em Sintra), a Batalha, Lisboa e Óbidos.

No final, Roger afirma: “Em resumo, sou um emigrante feliz. Vivo num sítio bonito, tenho uma profissão que adoro, gosto da minha família e dos meus amigos. Não podia pedir mais nada da vida”.

Clique AQUI para ser o artigo na íntegra.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório