Sociedade

Viana: Alunos vão ter desportos náuticos na escola

Cerca de 450 alunos de seis escolas de Viana do Castelo vão passar a ter atividades náuticas semanais incluídas no plano curricular já a partir deste mês, num projeto que a autarquia diz ser pioneiro no país, avança a agência Lusa.
Versão para impressão
Cerca de 450 alunos de seis escolas de Viana do Castelo vão passar a ter atividades náuticas semanais incluídas no plano curricular já a partir deste mês, num projeto que a autarquia diz ser pioneiro no país, avança a agência Lusa.
 
O programa “Náutica nas Escolas” envolve 18 turmas do ensino básico e secundário do concelho, inserindo, por decisão de quatro agrupamentos de escolas, a prática semanal de 90 minutos de surf, canoagem, remo ou vela a estes alunos, no plano curricular da disciplina de educação física.

“Queremos democratizar o acesso a estas modalidades, criando um espírito e cultura náutica nos alunos. Isso contribuirá para a afirmação de Viana do Castelo como cidade náutica do Atlântico”, disse hoje, em conferência de imprensa, o vereador com o pelouro do Desporto naquela Câmara.

Desta forma, acrescentou Vítor Lemos, será também potenciada a utilização dos quatro novos centros náuticos daquelas modalidades – inseridos no projecto da autarquia denominado “Centro de Mar” -, inaugurados nos últimos meses no concelho através de um investimento global superior a sete milhões de euros.

Projeto pioneiro em Portugal
 
As aulas arrancam já este mês, com o início do ano lectivo, e os alunos, no âmbito da disciplina de educação física, serão avaliados durante a sua prática, mantendo, por exemplo, o limite de faltas.
 
A Câmara de Viana do Castelo vai assegurar a aquisição e disponibilização aos estudantes do material de treino necessário para as aulas, avaliado em 50 mil euros, bem como o transporte destes alunos (30 mil euros).
 
A autarquia admite que, no plano curricular, a prática de surf, canoagem, remo ou vela poderá ser alargada a outras escolas no próximo ano lectivo, sublinhando que o projeto, inspirado num modelo desenvolvido em França, é pioneiro, nesta dimensão, em Portugal.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub