Fitness & Bem-estar

Viagens: Easyjet com 490 mil bilhetes em promoção

A companhia aérea low cost Easyjet acaba de anunciar mais uma das suas ações promocionais. A promoção lançada esta quarta-feira promete 490 mil bilhetes voos de ida a partir dos aeroportos portugueses com preços que começam nos 24,99 euros.
Versão para impressão
A companhia aérea low cost Easyjet acaba de anunciar mais uma das suas ações promocionais. A promoção lançada esta quarta-feira promete 490 mil bilhetes voos de ida a partir dos aeroportos portugueses com preços que começam nos 24,99€ para diversos destinos europeus.
 
No mesmo dia em que comemora um ano sobre a abertura da base aérea da transportadora em Lisboa, a Easyjet inaugurou, no seu site, um “viajómetro”, sistema que permite aos passageiros consultar os bilhetes cujo custo encaixa no orçamento que têm à disposição.
 
Através deste sistema é possível analisar os preços de ida para as cidades para as quais a companhia voa dentro do período de tempo em que os utilizadores pretendem viajar e consoante o tipo de viagem que querem fazer, quer se trate de uma escapadinha de fim-de-semana ou uma semana de férias.
 
O preço mínimo dos 490 mil voos agora disponibilizados é de 24,99€, equivalendo a uma ida com “todas as taxas incluídas” (exceto a do pagamento com cartão de crédito, explica a companhia) com partida de Lisboa, Porto, Faro ou Funchal para viagens a realizar entre 1 de Junho e 30 de Setembro deste ano. 
 
De acordo com dados adiantados esta quarta-feira à Lusa pelo diretor ibérico da transportadora aérea, Javier Gândara, a EasyJet ultrapassou, em Portugal, os quatro milhões de passageiros, metade dos quais em Lisboa, valor que diz ser “muito satisfatório”.
 
A empresa já é, portanto, o segundo maior operador aéreo em território português, prevendo-se um crescimento de 3% no mercado nacional para este ano. Atualmente, a base da capital, que hoje comemora o seu 1º aniversário, possui quatro aeronaves e emprega 130 colaboradores, números que devem manter-se na próxima temporada.
 
Segundo Gândara, que considerou a privatização da TAP “um passo adequado” e defendeu que a era das companhias de bandeira “já passou”, a EasyJet está também interessada em entrar nos Açores, uma rota “estagnada há cinco anos”.
 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub