Ciência

Via Láctea: novos berços de estrelas

Astrónomos norte-americanos descobriram na Via Láctea várias regiões, até agora desconhecidas, onde estão a nascer estrelas gigantes. A descoberta oferece novas informações sobre a estrutura da galáxia da qual a Terra  faz parte e pode trazer pi
Versão para impressão
[Foto: NASA]

Astrónomos norte-americanos descobriram na Via Láctea várias regiões, até agora desconhecidas, onde estão a nascer estrelas gigantes. A descoberta oferece novas informações sobre a estrutura da galáxia da qual a Terra  faz parte e pode trazer pistas sobre sua composição química.

“Podemos relacionar claramente a localização desses pontos de formação de estrelas à estrutura maior da galáxia. Estudos posteriores permitirão entender melhor o processo de formação de estrelas e comparar a composição química desses locais em diversas distâncias do centro galáctico”, disse, em nota, o astrónomo Thomas Bania, da Universidade de Boston.

A descoberta foi feita com o radiotelescópio gigante Green Bank Telescope do National Radio Astronomy Observatory [NRAO], em West Virginia, nos EUA, e foi apresentada na conferência da American Astronomical Society, em Miami, na Florida.

Descobrir regiões afastadas da órbita do Sol é importante, diz Bania, para entender a evolução química da Via Láctea. “Há provas de que a abundância de elementos pesados muda com a distância crescente do centro [Sol]. Agora temos mais objetos para estudar e perceber melhor esse efeito”, declarou no comunicado de imprensa do NRAO.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório