Cultura

Versalhes: Mais de 640 mil viram Joana Vasconcelos

A exposição de Joana Vasconcelos no Palácio de Versalhes, em Paris, já foi vista, até ao momento, por mais de 640 mil pessoas. A mostra foi inaugurada há cerca de dois meses e conta com 15 obras de arte contemporânea da autoria da artista portuguesa.
Versão para impressão
A exposição de Joana Vasconcelos no Palácio de Versalhes, em Paris, já foi vista, até ao momento, por mais de 640 mil pessoas. A mostra foi inaugurada há cerca de dois meses e conta com 15 obras de arte contemporânea da autoria da artista portuguesa.
 
Fonte do gabinete de imprensa do ateliê de Joana Vasconcelos, em Lisboa, disse à agência Lusa que, de acordo com os últimos dados oficiais adiantados pelo Palácio de Versalhes, que dizem respeito ao período até 12 de Agosto, tinham entrado 640 mil visitantes no edifício.
 
Os números dizem respeito a entradas pagas no palácio do século XVII, não incluindo os visitantes dos jardins em redor onde se encontram, também, três das 15 peças da artista de 40 anos que, com esta mostra, se tornou a primeira mulher e a mais jovem criadora a expor em Versalhes.
 
A mesma fonte do ateliê adiantou, a este propósito, que os dados dos visitantes dos jardins, cuja entrada é livre – exceto aos sábados, domingos e terças-feiras – não são conhecidos. Naquela área, junto à entrada do edifício, estão obras de grande dimensão feitas pela portuguesa, nomeadamente o garrafão, o bule de chá em ferro e uma escultura composta por garrafas de champanhe iluminadas. 
 
Entre as obras expostas no interior do Palácio de Versalhes, espalhadas por diversas salas, estão os sapatos de mulher gigantes “Marilyn”, construídos com os tradicionais tachos portugueses, e os “Coração Independente Vermelho” (2005) e “Coração Independente Negro” (2006), cuja matéria-prima são colheres de plástico.
 
O trabalho de Joana Vasconcelos, nascida em Paris, em 1971, mas que vive e trabalha em Lisboa, concentra-se na descontextualização de objetos do quotidiano, que lhe permitem produzir obras com temáticas como a identidade coletiva, a situação das mulheres, as diferenças de classe e os nacionalismos.

Clique AQUI para aceder ao site oficial da exposição. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório