Ciência

Vénus está ‘viva’ – geologicamente falando

Foi desta forma que a Agência Espacial Europeia anunciou que Vénus, o planeta mais próximo da terra, está geologicamente ativo. O estudo foi recentemente publicado na revista Science. Foram identificadas, graças à forma como emitem radiação vermelha,
Versão para impressão
[Foto:NASA/JPL/ESA]

Foi desta forma que a Agência Espacial Europeia anunciou que Vénus, o
planeta mais próximo da terra, está geologicamente ativo. O estudo foi
recentemente publicado na revista Science. Foram identificadas, graças
à forma como emitem radiação vermelha, correntes de lava aparentemente
recentes que confirmaram que o planeta Terra não é o único planeta
geologicamente ativo no sistema solar.
 
A descoberta mostra que o planeta continua capaz de erupções vulcânicas, de acordo com a Agência Espacial Europeia (ESA).

“Agora temos uma evidência forte de que há actividade vulcânica à superfície”, afirmou Sue Smrekar, uma cientista do Laboratório de Propulsão a Jato da Agência Espacial norte-americana (NASA) citada pelo comunicado da ESA.
 
Vénus é semelhante em tamanho e estrutura interna ao planeta Terra. Comparações feitas entre os dois planetas podem ajudar os cientistas a entender a evolução do nosso próprio planeta.

Se a atividade vulcânica em Vénus for similar ao da Terra, como o novo estudo indica, diminuem-se os fatores responsáveis por estes planetas terem evoluções tão diferentes que acabaram por tornar a Terra habitável e Vénus se ter tornado seca com temperaturas elevadas.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório