Saúde

Veneno de caracol do mar é potente analgésico

O veneno do caracol marinho é rico numa mistura de péptidos conhecidos como conotoxinas, cem vezes mais potentes que os atuais fármacos para combater a dor. O primeiro medicamento de conotoxina ativa por via oral foi já desenvolvido por uma equipa da
Versão para impressão
O veneno do caracol marinho é rico numa mistura de péptidos conhecidos como conotoxinas, cem vezes mais potentes que os atuais fármacos para combater a dor. O primeiro medicamento de conotoxina ativa por via oral foi já desenvolvido por uma equipa da Universidade de Queensland (Austrália).

A partir de uma versão sintética da conotoxina, os investigadores criaram uma estrutura molecular circular resistente às enzimas. O efeito do fármaco foi posteriormente testado em ratos com dor neuropática, provando que a conotoxina reduz significativamente a dor, sendo 100 vezes mais potente que os tratamentos já existentes.

De acordo com o portal Ciência Hoje, David Craik, investigador que liderou o estudo, garante que os péptidos presentes no veneno do caracol marinho produzem efeitos mesmo que sejam administrados em doses pequenas, sem causarem efeitos secundários.
A equipa da Universidade de Queensland já pediu autorização à agência norte-americana responsável pela regulação dos fármacos e alimentos (FDA) para realizar testes em humanos. A ser permitido e revelandos resultados positivos, o novo fármaco constituirá uma alternativa a outros métodos semelhantes mais invasivos e dispendiosos.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório