Cultura

Venda de livros de Saramago dispara nas livrarias

As vendas dos livros do escritor José Saramago aumentaram quase dez vezes nos dias seguintes à morte do único prémio Nobel português, segundo informaram duas grandes cadeias de livrarias em Portugal. Também em Espanha algumas livrarias já esgotaram o
Versão para impressão
As vendas dos livros do escritor José Saramago aumentaram quase dez vezes nos dias seguintes à morte do único prémio Nobel português, segundo informaram duas grandes cadeias de livrarias em Portugal. Também em Espanha algumas livrarias já esgotaram o seu stock de livros.

“Caim”, “A Viagem do Elefante” e “Memorial do Convento” foram os títulos que registaram maior aumento de vendas. Na capital espanhola títulos como “Levantado do chão” ou “História do Cerco de Lisboa” também esgotaram.

“É um fenómeno que pode durar vários meses e que no caso de Saramago se pode alargar ainda mais. Já fizemos pedidos urgentes de alguns livros”, disse um responsável de uma livraria espanhola citada pela Lusa.

A procura tem sido tão grande que o mesmo responsável espanhol antecipa que “Saramago vai voltar ao top 10 de livros mais vendidos, com um ou dois títulos”.

Em Portugal, um dos responsáveis da FNAC afirma que durante o fim-de-semana da morte do escritor a procura de livros atingiu “846 por cento em relação aos três dias anteriores”. Já na Bertrand Editora a procura terá sido dez vezes superior: venderam mil livros de Saramago, contra os 100 exemplares vendidos no fim-de-semana anterior.

A editora de Saramago em Portugal, a Editorial Caminho, confirmou o aumento da procura de obras do Nobel da Literatura português nos dias seguintes ao falecimento de José Saramago e rematam a questão garantindo que as obras de Saramago “se reimprimem constantemente”.

[Notícia sugerida pela utilizadora Maria José Oliveira]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório