Saúde

Vacinar sem seringas será realidade no futuro

Cientistas norte-americanos desenvolveram um método revolucionário que permite vacinar sem seringas nem agulhas e sem necessidade da intervenção de pessoal médico personalizado.
Versão para impressão
Cientistas norte-americanos desenvolveram um método revolucionário que permite vacinar sem seringas nem agulhas e sem necessidade da intervenção de pessoal médico personalizado.

De acordo com a investigação publicada na revista Nature, trata-se de um adesivo que se coloca na pele e que irá transformar a batalha na luta contra as pandemias ao permitir que os pacientes possam inocular a vacina em casa quando receberem o adesivo pelo correio.

A utilização destes adesivos permite eliminar a necessidade da construção de infraestruturas para vacinação e eliminar o uso de seringas para o efeito.

“Pode ajudar-nos na imunização em larga escala nas zonas mais pobres do mundo, onde a re-utilização de agulhas leva à disseminação do VIH e da hepatite B”, explicou um dos investigadores.

O adesivo contém centenas de agulhas microscópicas feitas de plástico biodegradável que penetram ligeiramente e de forma indolor na superfície da pele onde acabam por se dissolver. [ver imagem acima]

O Georgia Institute of Technology administrou as 100 microagulhas presentes no adesivo em ratinhos de laboratório. Observaram que os animais injetados com o adesivo produziram um nível de imunidade à gripe superior aos que foram injetados com a via tradicional da seringa.

De acordo com os investigadores a vacina em forma de adesivo será testada em humanos assim que angariarem fundos para isso e poderá estar disponível daqui a cinco anos.

[Notícia sugerida pelo utilizador José Freire]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório