Educação Em Destaque

Universidades portuguesas lançam plataforma

Objetivo é reforçar a promoção internacional
Versão para impressão
por redação

As universidades membros do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, dando importância ao esforço de estudantes internacionais, lançaram o website http://www.universitiesportugal.com/en/ financiado pelo COMPETE 2020.

Esta plataforma pretende afirmar-se entre todos aqueles que considerem Portugal como uma opção para o seu destino de estudos universitários, dando um conjunto de informações sobre as universidades e os seus cursos e a vida no nosso país.

Durante o primeiro semestre de 2017, as universidades portuguesas participarão em eventos internacionais de divulgação da sua oferta formativa junto dos estudantes de países como o Brasil (Salão do Estudante), China (China International Education Exhibition Tour) e Moçambique (Feira Internacional de Educação de Maputo).

As iniciativas que estão ligadas com o projeto do Governo “Study & Research in Portugal” visam o contínuo aumento do número de estudantes internacionais no ensino superior português, que se encontravam inscritos no ano letivo 2015/16, cerca de 38 mil estudantes estrangeiros. O aumento representa mais do dobro do número de estudantes internacionais inscritos no ensino superior português no início da década. A rapidez deste crescimento é o resultado do esforço nas diversas dimensões da internacionalização.

Mobilidade de estudantes de ensino superior é uma tendência global

A OCDE estima que o número de estudantes internacionais crescerá de 4.5 milhões em 2012 e cerca de oito milhões em 2025.

Conscientes da experiência que vários países concorrentes já atingiram e do elevado grau de desenvolvimento, o projeto UniversitiesPortugal.com vai permitir às universidades portuguesas aumentar a sua influência, garantir a sua qualidade, ganhar experiência e importar as melhores práticas para estratégia de promoção internacional do ensino superior português.

Este é um desafio que as universidades portuguesas assumirão em articulação com o Governo, Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, Camões— Instituto da Cooperação e da Língua, I. P e Turismo de Portugal.

Manuel António Assunção, Reitor da Universidade de Aveiro acredita que “Portugal e as suas universidades têm argumentos fortes para atrair os estudantes internacionais: temos um país seguro, tolerante às diferenças, com um clima agradável, património invejável e gente simpática; e temos universidades que ocupam regularmente lugar nos rankings internacionais de referência, o que certifica a sua qualidade global”.

Destaca o facto de “os estudantes internacionais que passam pelas universidades portuguesas, e que geralmente têm uma óptima experiência, criam um vínculo inquebrável com Portugal”. A partir daí, “tornar-se-ão nossos embaixadores pelo mundo, o que beneficiará não apenas as universidades, mas toda a economia portuguesa, a que se somam impactos culturais e sociais”.

Para finalizar o Reitor diz que, “os estudantes internacionais induzem um ecossistema multicultural na universidade, o que permite a todos os estudantes (incluindo os nacionais) não só ter oportunidades para aperfeiçoar o seu conhecimento linguístico como, principalmente, perceber e adaptar-se melhor ao mundo globalizado em que vivemos”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório