Cultura

Universidade de Coimbra eleita Património Mundial

A Universidade de Coimbra - Alta e Sofia (conjunto arquitetónico que integrou uma candidatura única) acabam de ser classificadas como Património Mundial da Humanidade pelo Comité Executivo da UNESCO.
Versão para impressão
A Universidade de Coimbra – Alta e Sofia (conjunto arquitetónico que integrou uma candidatura única) acabam de ser classificadas como Património Mundial da Humanidade pelo Comité Executivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).
 
O Comité da UNESCO, reunido no Camboja, aprovou, este sábado, a candidatura coimbrã, uma aprovação que vem juntar a “Cidade dos Estudantes” aos centros históricos de Angra do Heroísmo, Évora, Porto e Guimarães, cidades portuguesas que integravam já a lista de Património Mundial.
 
Numa nota enviada à Lusa, João Gabriel Silva, reitor da Universidade de Coimbra (UC), afirma que “mais do que o conhecimento do valor arquitetónico do complexo universitário de Coimbra [composto pela Universidade, a Alta de Coimbra e a Rua da Sofia], esta decisão da UNESCO sublinha o valor universal da cultura e da língua portuguesas e reconhece o papel central que Portugal teve na formação do Mundo, tal como hoje o conhecemos”.
 
A classificação da UC, a única universidade portuguesa durante tantos séculos, como Património Mundial “reconhece a ação central que a Universidade de Coimbra tem vindo a desempenhar na história da humanidade”, acrescenta ainda a nota.
 
Para comemorar a inscrição da Universidade de Coimbra – Alta e Sofia, o reitor da UC convida à participação de todos na iniciativa “Coimbra em Festa”, que vai decorrer na Praça do Comércio, na baixa da cidade, a partir das 16.00h deste domingo.
 
Acrescente-se que, este sábado, a UNESCO já tinha decidido também a classificação do monte Fuji, um dos símbolos mais conhecidos do Japão, como Património Mundial. Segundo a UNESCO, com os seus 3,776 metros de altura, o monte Fuji “inspirou artistas e poetas e tem sido objeto de peregrinação durante séculos”.
 
A comissão do Património Mundial da UNESCO, reunida na 37.ª sessão anual em Phnom Penh, Camboja, deve analisar, ao todo, a inscrição de 31 locais naturais e culturais na lista do património mundial.

Notícia sugerida por Elsa Martins, Rosaly Pereira e Ana Sofia Pinto

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub