Mundo

UNICEF quer salvar 45 milhões de crianças

A UNICEF lançou ontem uma nova campanha com o objetivo de salvar a vida de 45 milhões de crianças até 2035. A iniciativa abrange, principalmente, a área da saúde, ao promover tratamentos de baixo custo para combate à mortalidade infantil.
Versão para impressão
A UNICEF lançou esta quarta-feira uma nova campanha com o objetivo de salvar a vida de 45 milhões de crianças até 2035. A iniciativa abrange, principalmente, a área da saúde, ao promover tratamentos de baixo custo para as doenças que mais contribuem para a mortalidade infantil.

A ação, batizada “Call to Action” e promovida pela ONU, estabeleceu parceria com 80 governos, nomeadamente dos Estados Unidos e da Índia. Anthony Lake, diretor da agência da ONU para a UNICEF, justifica esta nova campanha com o facto de a organização dispor de todas “as ferramentas, tratamentos e tecnologia para salvar milhões de crianças todos os anos”.

O foco da campanha passa pela saúde, particularmente pelo tratamento de doenças como diarreia, pneumonia e paludismo, aquelas que mais contribuem para elevados valores de mortalidade infantil.

As áreas mais problemáticas, África do Sul e Ásia, deverão beneficiar de tratamentos de baixo custo e de um aumento de recursos, de modo a reduzir as mortes em quase um terço.

A iniciativa procura, ainda, dar alguma atenção à educação, particularmente de mulheres e crianças, através de melhores condições de ensino e aprendizagem.

Lançada num fórum de alto nível em Washington (EUA), a “Call to Action” resulta igualmente de parcerias com o setor privado, com a sociedade civil e com organizações religiosas.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub