Sociedade

UMAR inicia campanha contra o assédio sexual

A União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) vai tentar consciencializar durante o próximo ano todos os portugueses contra o assédio sexual, um "crime insidioso", no âmbito da projeto intitulado "Rota dos Feminismos contra o Assédio Sexual na ru
Versão para impressão
A União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) vai tentar consciencializar durante o próximo ano todos os portugueses contra o assédio sexual, um “crime insidioso”, no âmbito da projeto intitulado “Rota dos Feminismos contra o Assédio Sexual na rua, nos espaços públicos e no trabalho”.

“É um projeto que visa levar à consciencialização e ao debate público o problema do assédio sexual, um crime ainda pouco visível em Portugal, que é um crime muito insidioso, porque é muito difícil de provar”, explicou à agência Lusa a presidente da UMAR, Maria José Magalhães.

“Mas, englobando trabalho e esfera pública em geral, incluindo a rua, temos a indicação que é uma mulher em cada três”, revelou a presidente da UMAR, salientando que “as mulheres são as grandes vítimas, apesar de haver também homens”.

O projeto da UMAR, financiado pela Embaixada da Holanda e que conta com o apoio da secretária de Estado da Igualdade, pretende realizar uma rota, percorrendo o país.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub