Ambiente

UE embarga produtos derivados de foca

O embargo decidido pela União Europeia sobre os produtos derivados de foca entra em vigor esta sexta-feira, tal como previsto, garantiu esta quinta-feira uma porta-voz da Comissão Europeia.
Versão para impressão
O embargo decidido pela União Europeia sobre os produtos derivados de foca entra em vigor esta sexta-feira, tal como previsto, garantiu esta quinta-feira uma porta-voz da Comissão Europeia.

“O embargo sobre os produtos derivados das focas entrará em vigor nesta sexta-feira”, afirmou à AFP Maria Kokkonen, uma porta-voz da comissão.

Esta medida foi aprovada em julho de 2009, sob pressão dos defensores dos animais, entre eles Brigitte Bardot, que denunciou a “crueldade” dos caçadores. No entanto, a aplicação do embargo atrasou-se devido à contestação de várias organizações de esquimós, entre elas a Inuit Tapiriit Kanatami (ITK), que levaram o processo à mais alta jurisdição europeia.

No texto de recurso, a ITK apelava a que “a aplicação de condições que limitam a comercialização de produtos derivados da foca seja suspensa no que se refere aos queixosos até à adoção de uma ordem que ponha termo à presente ação”.

A maior parte dos queixosos representa os esquimós, um povo autóctone das regiões do Árctico, mas alguns são sociedades de comércio de produtos derivados da foca, como o grupo norueguês GC Rieber Skinn AS.

Assim, o embargo europeu contém uma cláusula que autoriza a venda “para fins não lucrativos”, ou seja, em pequena escala, de produtos de foca, desde que oriundos da caça tradicional praticada pelas comunidades esquimós.

O encerramento dos mercados da UE soma-se a embargos decretados anteriormente por Estados Unidos e México, principais sócios comerciais do Canadá.

[Notícia sugerida pela utilizadora Elsa Martins]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório