Ambiente

UE atribui 6ME para proteger pinheiros em Portugal

NULL
Versão para impressão
A União Europeia (UE) aprovou, esta quarta-feira, um montante de seis milhões de euros com o propósito de travar a praga do nemátodo da madeira – um vírus microscópico – do pinheiro-bravo em Portugal.

A medida insere-se num pacote de 19 milhões de euros a ser atribuído pela UE com vista a apoiar sete países no financiamento do combate aos organismos prejudiciais às plantas e na prevenção da sua propagação dentro do espaço europeu.

Em comunicado, a Comissão Europeia explicou que estes fundos não só ajudarão o nosso País a conter a praga que destrói as coníferas e as faz murchar, levando à sua morte, como também “contribuirão para salvaguardar o território dos restantes Estados-membros e proteger os interesses comerciais da União em relação a países terceiros”.

Além disso, estão ainda previstos mais quatro milhões de euros para Portugal “fazer face às enormes despesas efetuadas em 2006/2007 com a criação de (…) uma zona isenta de árvores que foram infetadas pelo nemátodo da madeira”, isto é, de uma faixa de contenção fitossanitária para impedir a propagação do vírus.

Os fundos vão ser igualmente concedidos à Alemanha, Itália, Malta, Chipre, Países Baixos e Espanha, Estados-membros que pediram auxílio à União na proteção das suas florestas de pinheiros.

A aprovação destas medidas corresponde à maior participação anual da União Europeia para estes fins desde 1997.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório