Sociedade

Turismo: 52 lojas interativas vão ligar zona Norte

NULL
Versão para impressão
Serão 52 lojas interativas com informações turísticas, municipais e de eventos, que vão permitir ao utilizador acompanhar toda a informação à medida que se vai deslocando no Porto e no Norte de Portugal. A conclusão do projeto, que ronda um investimento em cerca de 22 milhões de euros, está prevista para 2012. A primeira loja vai abrir ainda este ano, no Aeroporto Sá Carneiro.

As lojas interativas vão permitir, por exemplo, que um utilizador que esteja em Miranda do Douro, possa aceder à programação cultural do Porto e, nesse mesmo momento, “adquirir um bilhete para um espetáculo na Casa da Música ou reservar uma mesa e hotel”, explicou um dos responsáveis do projeto, Júlio Meirinhos, vice-presidente da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal, à Lusa.

“Para o ano, há uma realidade profundamente alterada no Norte e tem o selo de marca da Organização Mundial do Turismo: as lojas interativas”, avançou o responsável.  

A primeira loja interativa

A primeira das 52 lojas interativas será inaugurada no Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, até “final do ano”, adiantou Júlio Meirinhos.

“A loja do Aeroporto Sá Carneiro está concluída na sua construção, é belíssima, falta só o miolo, a parte interativa”. Já as restantes lojas vão entrar brevemente em construção, sendo que a entrada em funcionamento de todas elas será em 2012.

A importância da loja interativa

Aquando da realização de um inquérito realizado aos turistas de Portugal há cerca de seis meses, pelo Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), uma das dificuldades assinaladas para o Turismo do Norte foram as acessibilidades ao interior.

Segundo Júlio Meirinhos, com esta aplicação o acesso a estas áreas em termos de informação de turismo e lazer será facilitado com as “lojas interativas”, que permitirão maior mobilidade.

Outra das conclusões do inquérito, feito pelo IPDT, indica que os turistas que visitam o Norte de Portugal têm em média “40 anos de idade”, pertencem à “classe média e média alta”, e gastam “’per capita’ cerca de 600 euros em dois/três dias”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório