Saúde

Trocar mimos depois do sexo beneficia a relação

Apostar na ternura pode ser o segredo para uma vida sexual mais satisfatória e para uma maior harmonia com o parceiro. Um estudo canadiano revela que a troca de mimos depois das relações sexuais é muito benéfica para o bem-estar dos casais.
Versão para impressão
Apostar na ternura pode ser o segredo para uma vida sexual mais satisfatória e para uma maior harmonia com o parceiro. A conclusão é de um estudo canadiano, que revela que a troca de mimos depois das relações sexuais é muito benéfica para o bem-estar dos casais, em especial dos que têm filhos. 
 
De acordo com a investigação, conduzida por Amy Muise, cientista da Universidade de Toronto Missisauga, nos EUA, o que os casais fazem, em conjunto, depois do sexo, tem um grande impacto na forma como encaram a sua satisfação a nível sexual e a sua relação com o outro.
 
Muise estudou os efeitos dos comportamentos tidos após as relações sexuais em relacionamentos românticos monogâmicos e constatou que, “embora, ao pensar em sexo, as pessoas tendam a focar-se nas próprias relações ou no orgasmo”, a investigação “sugere que o aspeto afetuoso do sexo é importante para a satisfação no relacionamento”. 
 
Para chegar a estas conclusões, a investigadora levou a cabo um estudo em duas partes, baseando-se num inquérito online feito a 335 indivíduos e numa experiência de 21 dias a que foram submetidos 101 casais, incentivados a trocar mimos após o sexo durante um período superior ao habitual (fixado numa média de 15 minutos). 
 
A investigação mostrou que os casais que dedicam um pouco mais do seu tempo aos beijos, às carícias ou, simplesmente, a uma conversa carinhosa são, também, os que se dizem mais satisfeitos com a sua vida sexual e o seu relacionamento, benefícios que parecem prolongar-se no tempo, conforme indicou um inquérito de acompanhamento feito três meses depois.
 
Além disso, as vantagens associadas à troca de mimos parecem ser independentes da frequência das relações sexuais e são particularmente importantes para casais com filhos, aponta o estudo publicado na revista científica Archives of Sexual Behavior. 
 
“Os pais tendem a ter menos tempo para o sexo e o romance, pelo que o tempo que passaram a trocar mimos depois das relações sexuais teve um maior impacto nos seus relacionamentos do que nos dos que não têm filhos”, realça Muise, em comunicado.
 
Segundo a investigadora, “é possível que um momento adicional para promover a ligação entre o casal após o sexo seja ainda mais importante para aqueles que têm dificuldade em encontrar tempo para estabelecer uma relação íntima”. 
 
“Se conseguir, dedique um pouco mais de tempo a este tipo de momentos com o parceiro. Encontre oportunidades para a partilha da intimidade, das carícias, dos beijos e das conversas”, aconselha Muise.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês). 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório