Mundo

Três adolescentes sobrevivem 50 dias à deriva

Três adolescentes naturais da ilha de Samoa sobreviveram a 50 dias à deriva no Oceano Pacífico até serem esta semana encontrados por um pesqueiro de atum, conforme noticia o jornal britânico "The Telegraph".

Versão para impressão
[Fotografia: The Telegraph]Três adolescentes naturais da ilha de Samoa sobreviveram a 50 dias à deriva no Oceano Pacífico até serem esta semana encontrados por um pesqueiro de atum, conforme noticia o jornal britânico “The Telegraph”.

As famílias dos três adolescentes com idades entre os 15 e 14 anos já tinham perdido as esperanças de os encontrar com vida. Depois de serem dados como desaparecidos a 5 de outubro num barco de alumínio foram iniciadas missões de busca pela Força Aérea Neozelandesa.

Um serviço fúnebre já tinha sido realizado na ilha de Samoa em memória dos jovens desaparecidos. Terem sido encontrados tanto tempo depois foi um verdadeiro golpe de sorte até porque o pesqueiro encontrou-os por acaso já que decidiram não seguir a sua rota habitual.

“Estavam muito magros, mas fisicamente de boa saúde tendo em conta o que passaram”, adianta Fredericsen, um dos tripulantes do pesqueiro que os resgatou. O médico a bordo tratou de os pôr a soro, mas começaram de imediato a ingerir água e alimentos sem problema.

Os rapazes tinham consigo alguns cocos mas nenhuma água. “De alguma forma conseguiram apanhar um pássaro, não sei como mas apanharam-no e comeram-no. É o que deviam ter feito”.

Choveu ocasionalmente o que lhes permitiu saciar a sede. Fredericsen adianta que foi “um milagre termos chegado a eles a tempo”, já que não conseguiriam muito mais.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório