Saúde

Tratamento reverte menopausa e restaura fertilidade

Recorrendo a um tratamento habitualmente usado para regenerar feridas, uma equipa medica da Grécia consegui rejuvenescer ovários de mulheres em menopausa, fazendo com que voltassem a produzir ovários, revela esta sexta-feira a revista New Scientist.
Versão para impressão
Recorrendo a um tratamento habitualmente usado para regenerar feridas, uma equipa médica da Grécia consegui rejuvenescer ovários de mulheres em menopausa, fazendo com que voltassem a produzir ovários, revela esta sexta-feira a revista New Scientist.
 
A equipa afirma que esta técnica fez com que a menstruação das mulheres envolvidas no estudo regressasse, mesmo numa paciente que estava há cinco anos sem período. 

O principal objetivo da nova técnica é prolongar a fertilidade em mulheres que sofrem de menopausa precoce mas também apaziguar os efeitos da menopausa. 
 
O ginecologista Konstantinos Sfakianoudis, da clínica Genesis, localizada em Atenas, que liderou a pesquisa, afirma que esta técnica “traz esperança a muitas mulheres que querem engravidar” e que chegam “à menopausa demasiado cedo”.
 


No mesmo artigo da New Scientist, o médico Roger Sturmey, da Hull York Medical School (Reino Unido), diz que a novidade é “muito entusiasmante” mas alerta “que abre questões éticas quanto àquele que deverá ser o limite de idade para uma mulher engravidar”. 
 
Atualmente, devido à carreira profissional e outros fatores, a maternidade está a ser adiada com os países ocidentais a registarem cada vez mais mulheres que são mães depois dos 40. Mas nesta idade, a qualidade e quantidade dos óvulos é mais precária o que leva muitas mulheres a recorrerem a tratamentos de fertilidade. 
 
Para conseguir retroceder o processo da menopausa, Sfakianoudis usou um tratamento que usa plasma rico em plaquetas (PRP) que se obtém centrifugando o sangue da própria pessoa a fim de isolar as moléculas que promovem o crescimento de tecido e vasos sanguíneos. 
 
Depois de injetarem o PRP nos ovários das mulheres, os investigadores afirmam que as mulheres voltaram a menstruar e que conseguiram mesmo recolher óvulos férteis que foram libertados.
 
No caso da mulher que estava há 5 anos na menopausa, Sfakianoudis afirma que conseguiu recolher três óvulos sendo que dois já foram fertilizados pelo esperma do seu marido e, em breve, serão implantados no útero da paciente. 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório