Sociedade

Trabalhadores de multinacional recuperam aldeia

NULL
Versão para impressão
A aldeia de Ponte de Rol, em Torres Vedras, recebeu a vista de 300 trabalhadores da Siemens Portugal que arregaçaram as mangas e puseram mãos à obra, numa ação de recuperação da aldeia. Pintaram paredes, fizeram obras na Escola Primária e ajudaram na construção do novo centro de dia, entre outras atividades inseridas numa iniciativa de voluntariado empresarial.

Este foi um dia diferente para os moradores de Ponte de Rol, uma aldeia que tem estado empenhada num projeto de recuperação desenvolvido pela Paróquia e pela Câmara de Torres Vedras. As ações de recuperação têm permitido requalificar uma habitação por ano, mas com esta ajuda da Siemens o projeto obteve um avanço de “três a quatro anos de uma só vez”, informa o comunicado da empresa.

A campanha de voluntariado levou mais de 300 colaboradores do Centro de Competências da Siemens Portugal para a área financeira a abdicarem de um dia de trabalho em prol do voluntariado.

A ação insere-se na estratégia da Responsabilidade Corporativa da empresa que promove cerca de 1400 horas de voluntariado anuais, distribuídas por várias áreas, sempre com o objetivo de “apoiar de forma ativa, ética e responsável o fomento da sustentabilidade em todas as suas vertentes”, refere o comunicado de imprensa.

Voluntários oriundos de 16 países

“Em crise há mais necessidade de intervir e o nosso trabalho também é mais reconhecido. Por outro lado, é um fator de mobilidade interna e de motivação dos nossos colaboradores, que no fim se traduz em ganhos de produtividade”, afirmou Pedro Henriques, diretor dos recursos humanos da Siemens, à Lusa.

Entre as ações desenvolvidas em Torres Vedras destacam-se as obras do Centro de Dia que vão permitir que 2500 habitantes tenham um novo espaço de lazer, a renovação de uma escola primária, frequentada por 90 alunos, obras em duas habitações especialmente carenciadas e até a criação de uma horta biológica numa delas. Distribuíram ainda equipamentos técnicos, como cadeiras de rodas, camas articuladas e outros.

Os mais de 300 colaboradores são oriundos de 16 países, 70% dos quais são mulheres entre os 26 e os 30 anos.

Também este mês Portugal foi varrido por uma autêntica onda de solidariedade empresarial. A semana de voluntariado empresarial contou com 600 voluntários de empresas nacionais que percorrem oito cidades portuguesas.

[Notícia sugerida por Vitor Fernandes] 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório