Negócios e Empreendorismo

Torres Vedras: Carnaval gerou 100 mil euros

O Carnaval de Torres Vedras registou, este ano, um aumento de 50 mil visitantes face a 2011, conseguindo uma receita no valor de 100 mil euros.
Versão para impressão
O Carnaval de Torres Vedras registou, este ano, um aumento de 50 mil visitantes face a 2011, conseguindo uma receita no valor de 100 mil euros. O anúncio foi feito pela Promotorres, empresa municipal responsável pela organização do certame que salientou que o balanço é “altamente positivo”.
 
“Entre sexta (dia 17) e quarta-feira (22) recebemos 350 mil visitantes”, revelou António Esteveira, presidente da empresa, em declarações à agência Lusa. A subida do número de pessoas a querer viver a festa de perto é um dos aspetos mais positivos do balanço, apresentado em conferência de imprensa dada pela organização.
 
Embora se tenha observado “uma ligeira diminuição de público” no corso de terça-feira à tarde, António Esteveira acredita que “a intolerância de ponto reverteu a favor do Carnaval, em termos de exposição mediática”. De acordo com o responsável, “a contestação inteligente” com que a organização marcou “pontos de vista” contribuiu “para dar mais visibilidade” ao evento.
 
Contando com um orçamento de 418 mil euros, o Carnaval registou “um resultado positivo de 100 mil euros”, sendo que o aumento das receitas de bilheteira compensou um decréscimo na publicidade. O balanço positivo foi feito também ao nível da segurança, uma vez que foram registadas apenas cerca de 30 ocorrências de “pequena gravidade” relacionadas com furtos e agressões.
 
O famoso Carnaval de Torres Vedras foi transmitido em direto num canal televisivo nacional e contou ainda com cobertura internacional por parte de órgãos de informação do Brasil, Espanha, Alemanha e França.

Considerando os resultados positivos obtidos, a Promotorres está a estudar a hipótese de “repetir parcerias com as televisões” na próxima edição, que “poderá sofrer alguns ajustes dependendo das alterações ao calendário escolar e da manutenção ou não da interrupção letiva nesta época”, finalizou António Esteveira.


[Notícia sugerida por Sofia Baptista]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório