Mundo

Tornado: Sobrevivente encontra cão durante entrevista

Uma idosa que sobreviveu ao violento tornado que, na segunda-feira, assolou os arredores de Oklahoma City, nos EUA, reencontrou a sua cadela com vida entre os escombros durante uma entrevista em direto para uma televisão local.
Versão para impressão
É mais uma história de esperança a emergir dos destroços de uma catástrofe. Uma idosa que sobreviveu ao violento tornado que, na segunda-feira, assolou os arredores de Oklahoma City, nos EUA, reencontrou a sua cadela com vida entre os escombros durante uma entrevista em direto para uma televisão local afiliada da CBS News. 
 
O vídeo do reencontro espalhou-se rapidamente pelas redes sociais e tem emocionado os utilizadores. Barbara Garcia falava com a jornalista Anna Werner daquela cadeia televisiva e contava que, no momento do tornado, se fechou com a cadela na casa-de-banho na esperança de se resguardar. 
 
Depois, recordava, tudo aconteceu muito rapidamente e, quando deu por si, a vizinhança que conhecia estava destruída, mas havia uma boa notícia: estava viva. “Nunca perdi a consciência, chamei pela minha cadela, mas ela não respondeu, não veio. Por isso, sei que ela está algures por aqui”, confessava a idosa, visivelmente emocionada.
 
Decorridos apenas segundos desde estas palavras, outra das jornalistas da CBS, que acompanhava Anne Werner, apercebeu-se de que havia movimento sob os escombros – movimento causado, como reconheceu imediatamente, por um cão que se encontrava preso. Para comoção de todos, tratava-se da pequena companheira de Barbara Garcia.


Veja o vídeo do momento em que Barbara reencontrou o animal debaixo dos escombros, divulgado pela CBS
 

A mulher apressou-se a retirar, com as próprias mãos, os destroços que prendiam o animal, pedindo ajuda aos elementos da equipa televisiva, que acabaram por ajudar. A cadela foi resgatada pouco depois, aparentando estar de boa saúde e não apresentando sinais de lesões. 
 
“Pensei que Deus tinha respondido somente a uma das minhas preces, a de deixar-me ficar bem, mas afinal respondeu às duas, porque esta [reencontrar a cadela] era a segunda”, confessou Barbara, enquanto fazia festas no pêlo do animal.
 
O tornado que passou pela cidade de Moore, no estado de Oklahoma, com ventos de cerca de 300km/h, matou 24 pessoas, entre as quais nove crianças, e feriu mais de 200. Os primeiros balanços apontavam para 91 vítimas mortais, mas o número foi revisto em baixa, embora as equipas de salvamento admitam que possa voltar a aumentar.

Notícia sugerida por Carla Neves, Maria Manuela Mendes e Elsa Martins

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub