Ambiente

Tóquio vai doar 2ME para proteger biodiversidade

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, anunciou esta quarta feira que o país está disposto a doar dois milhões de euros a países em desenvolvimento para que possam apurar as suas estratégias de conservação da biodiversidade. As declarações foram pro
Versão para impressão
[Fotografia: © AP Photo/Kyodo News]

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, anunciou esta quarta feira que o país está disposto a doar dois milhões de euros a países em desenvolvimento para que possam apurar as suas estratégias de conservação da biodiversidade. As declarações foram proferidas na conferência de Nagoya, centrada precisamente nas questões ambientais.

“Temos a obrigação de travar o processo de extinção das espécies a que temos assistido na nossa era”, afirmou Naoto Kan, garantindo em seguida: “Vamos entregar uma ajuda de cerca de dois mil milhões de dólares, em três anos, a partir de 2010”. 

A questão da ajuda financeira aos países em desenvolvimento para a concretização das metas globais para 2020 é um dos pontos-chave da negociação que chegará ao fim na sexta feira.

Entre essas metas inclui-se o aumento da percentagem de área marinha protegida, que neste momento corresponde a menos de 1%, avança a AFP.

Está também sujeita a discussão entre os 193 países participantes a aprovação de um acordo sobre as condições de acesso das indústrias do hemisfério norte aos recursos genéticos dos países do sul.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub