Ciência

Terra volta a ser "fotografada" pela NASA após 43 anos

A NASA acaba de divulgar a primeira "fotografia" da Terra obtida nos últimos 43 anos. A imagem, que oferece uma visão do planeta a cerca de 1,6 milhões de quilómetros do solo terrestre, foi captada por uma câmara colocada no satélite DSCOVR.
Versão para impressão
A NASA acaba de divulgar a primeira “fotografia” da Terra obtida nos últimos 43 anos. A imagem, que oferece uma visão do planeta a cerca de 1,6 milhões de quilómetros do solo terrestre, foi captada por uma câmara colocada no satélite DSCOVR – Deep Space Climate Observatory.
 
De acordo com a agência espacial norte-americana, a nova imagem da Terra, a cores e em alta resolução, resulta da combinação de três fotografias separadas captadas pela EPIC – Earth Polychromatic Imaging Camera, uma câmara com quatro megapíxeis que “fotografa” através de um telescópio. 
 
Em comunicado, a NASA explica que a câmara é capaz de captar séries de 10 imagens com recurso a diferentes filtros de banda estreita – que vão, praticamente, da luz ultravioleta à infravermelha – utilizando os canais de cor vermelha, verde e azul, o que permitiu a obtenção de um retrato “de qualidade fotográfica”.
 
A “fotografia”, captada no passado dia 6 de Julho, mostra, principalmente, as regiões da América Central e do Norte, correspondendo as áreas centrais de cor azul turquesa aos mares cristalinos das Caraíbas.
 
O aspeto “atmosférico” da imagem deve-se, de acordo com a NASA, aos efeitos da luz solar dispersa pelas moléculas de ar e será removido pelos especialistas das próximas fotografias, que deverão começar a ser captadas diariamente assim que o satélite dê início à aquisição regular de dados, possibilitando um acompanhamento das variações que afetam o planeta no dia-a-dia.


“Manchas” azul turquesa visíveis na imagem correspondem aos mares cristalinos das Caraíbas © NASA
 

As novas imagens, que estarão disponíveis logo entre 12 a 36 horas após a captação, vão ser, todas elas, publicadas num site criado especialmente para o efeito e que vai ser lançado pela NASA já em Setembro deste ano. 
 
“A primeira imagem do nosso planeta captada pelo DSCOVR demonstra os benefícios únicos e importantes da observação da Terra a partir do espaço”, considera Charlie Bolden, administrador da NASA e antigo astronauta, em declarações divulgadas pela agência espacial.
 
“Estando na posição de ex-astronauta, que me deu o privilégio de observar a Terra em órbita, quero que todos tenham a possibilidade de ver e apreciar o nosso planeta enquanto sistema integrado e interativo”, destaca Bolden.
 
Segundo o responsável, “as observações da Terra feitas pelo DSCOVR, bem como as suas medições e as previsões antecipadas de eventos meteorológicos causados pelo sol, vão ajudar-nos a todos a acompanhar as mudanças constantes do planeta e a compreender como este se encaixa na sua 'vizinhança' do sistema solar”.

Clique AQUI para ver a nova “fotografia” da Terra em alta resolução.

Notícia sugerida por David Ferreira

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório