Saúde

Telemóveis: Estudante cria ‘gadget’ que deteta leucemia

Estudante britânico cria sistema que vai ajudar a detetar sinais de leucemia no sangue através de um 'smartphone'. O protótipo será apresentado na Maker Faire, de Londres, nos próximos dias 26 e 27 de Abril.
Versão para impressão
Estudante britânico cria sistema que vai ajudar a detetar sinais de leucemia no sangue através de um 'smartphone'. O protótipo será apresentado na Maker Faire, de Londres, nos próximos dias 26 e 27 de Abril. 
 
Worawut Srisukkam, doutorando da Universidade de Northumbia, no Reino Unido, está a desenvolver um sistema que, dentro de pouco tempo, permitirá que os smartphones se transformem em laboratórios “ambulantes” de análise de sangue. As imagens serão obtidas com a ajuda de um acessório que transforma a câmara do telemóvel num microscópio. 
 
O software vai analisar padrões gráficos para tentar detetar os sinais que podem ser indicadores de leucemia. Para tal, bastará colocar uma amostra de sangue na lamela, tirar uma fotografia com o microscópio-telemóvel e executar, posteriormente, o resultado na aplicação. 
 
O estudante tem como principal objetivo desenvolver o sistema para que possa ser usado por pessoas onde o acesso à saúde é mais difícil. “O nosso objetivo é utilizar a tecnologia e o excelente desempenho dos smartphones para ajudar a assistência médica”, explica Worawut Srisukkham, citado pelo site de notícias Alpha Galileo. 
 
A Maker Faire é um dos maiores eventos, a nível mundial, dedicados a criadores e inventores de tecnologia. A primeira edição portuguesa irá decorrer no próximo mês de Setembro, em Lisboa.

Notícia sugerida por Elsa Martins

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub