Saúde

Tecido suíno trata lesões musculares com sucesso

Uma equipa de investigadores norte-americanos conseguiu tratar com sucesso uma série de lesões musculares através da aplicação de uma fina membrana da bexiga de porco. A técnica foi testada em homens, com idades entre os 27 e os 34 anos, que perderam
Versão para impressão
Uma equipa de investigadores norte-americanos conseguiu tratar com sucesso uma série de lesões musculares através da aplicação de uma fina membrana da bexiga de porco. A técnica foi testada em homens, com idades entre os 27 e os 34 anos, que perderam massa muscular numa perna.
 
Em cinco indivíduos, três melhoraram 25% dos seus movimentos quotidianos, conseguindo erguer o pé ao caminhar, subir degraus e dobrar a perna para se sentar numa cadeira. Os restantes registaram uma maior estabilidade da perna lesionada, melhorando a sua qualidade de vida. 
 
Os resultados destes ensaios clínicos foram divulgados esta quarta-feira na Science Translational Medicine, tendo por base indivíduos lesados por acidentes ou ferimentos de guerra, que não conseguiram recuperar apesar da fisioterapia intensiva.
 
Agora, os novos tecidos musculares parecem ter nervos e vasos sanguíneos. A equipa de cientistas usou a membrana da bexiga do porco, despindo-a das suas células para esta poder dar uma massa de proteínas à região danificada.  
A matriz extracelular obtida foi implantada cirurgicamente no local do ferimento e, mobilizando as células-mãe produzidas pelo organismo, permitiu reconstituir em parte os tecidos lesionados.
 
“Trata-se de um método eficaz para restaurar as funções musculares nas pessoas que perderam uma grande parte de um músculo”, explica Stephen Badylak, da Universidade de Pittsburgh. O investigador
acrescenta que, caso a lesão não seja muito extensa, o músculo tem, inclusive, a capacidade de se regenerar por si mesmo.

Saiba mais AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub