Cultura

Teatro Imediato: Vidas em palco

Há um grupo de teatro, em Lisboa, que assenta num conceito diferente. Sem qualquer guião, o Teatro Imediato pega em histórias reais, partilhadas pelo público, e transforma esses testemunhos em peças de teatro.
Versão para impressão

Há um grupo de teatro, em Lisboa, que assenta num conceito diferente. Sem qualquer guião, sem um texto de suporte, o Teatro Imediato pega em histórias reais, partilhadas pelo público, e transforma esses testemunhos de vida em peças de teatro.

As “sessões” do Teatro Imediato arrancam com um tema.  Em Abril, quando o Boas Notícias assistiu a uma das exibições, o tema era a “Ajudar e ser ajudado”. Depois de alguns exercícios iniciais, para incentivar as pessoas a participar, surgiram as histórias reais, partilhadas por várias pessoas da audiência.

Pela sala estúdio do Teatro Taborda passaram histórias comoventes, como a do enfermeiro que prestou cuidados paliativos a alguém que estava a morrer ou a da mãe que passou por um período financeiro difícil que a obrigou a pedir ajuda aos amigos. Histórias que marcaram a vida dessas pessoas e que funcionam, para todos nós, como verdadeiras lições de vida.

“A ideia deste conceito é criar um sentido de comunidade entre as pessoas, através da partilha de histórias verídicas”, explica José Marques, um dos fundadores do grupo, ao Boas Notícias. E “um dos resultados é que as pessoas ganham uma certa distância desses episódios o que pode ter um efeito terapêutico”, acrescenta, sublinhando, no entanto, que “o teatro playback não é uma terapia oficial”.

“Testemunhos impressionantes”

Image and video hosting by TinyPicTalvez por ainda não ser muito conhecido em Portugal, os espetáculos do Teatro Imediato abertos ao público em geral são raros. A companhia, , fundada em 2007, trabalha mais em grupos fechados, como instituições de solidariedade social. É o caso das prisões onde atuam no âmbito do programa “Dentro e Fora”, concretizado pelo Banco Alimentar Contra a Fome e que tem por objetivo preparar os reclusos para a vida ativa.

“Nas performances para grupos fechados, como na prisão ou nas instituições sociais, as pessoas partilham mais porque já se conhecem. São experiências muito gratificantes”, explica José Marques, sublinhando que por vezes, nas sessões públicas, “é um desafio conseguir pôr as pessoas a participar”.

“Na prisão já tivemos testemunhos impressionantes como o de um recluso que causou a morte de duas pessoas num acidente de viação em que estava alcoolizado. Via-se bem a necessidade que ele sentia de partilhar esse sentimento e ele gostou muito da representação, sentiu-se ouvido e apoiado”, recorda o diretor do grupo.

Psiquiatra Jacob Moreno foi fundador desta técnica nos anos 20

O teatro playback teve a sua origem numa técnica desenvolvida pelo psiquiatra judeu de origem romena Jacob Moreno, também conhecido por ser um dos precursores da terapia de grupo. Criada nos anos 20, a técnica, batizada de 'psicodrama', consiste em pedir às pessoas envolvidas que dramatizem os seus sentimentos em relação a determinado assunto.

Nos anos 70, esta técnica chegou ao teatro pela mão do norte-americano Jonathan Fox e tornou-se bastante comum nos países anglosaxónicos e na América do Sul, onde existem vários grupos de teatro playback. Embora não seja considerado uma terapia, este conceito de teatro tem sido aplicado por psicólogos e terapeutas para ajudar indivíduos e grupos a lidar com determinados problemas.

Quem tiver curiosidade em conhecer melhor o trabalho do Teatro Imediato poderá assistir à próxima performance aberta ao público, no dia 20 de Junho, às 21h15 na Sala Paroquial da Igreja São Jorge de Arroios. O grupo vai também dar uma formação nos dias 23 e 24 Junho. É ainda possível assistir aos ensaios do grupo, que decorrem uma vez por semana, bastando para isso fazer a confirmação por email. 

Costuma dizer-se que que a realidade ultrapassa a ficção. E bastará assistir a uma sessão do Teatro Imediato para perceber como, tantas vezes, os episódios do quotidiano têm tudo para se transformar em impressionantes peças de teatro.

Visite AQUI o site oficial do Teatro Imediato para saber mais sobre este grupo ou para assistir a um dos ensaios.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório